Dedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Os dedos são as extremidades dos membros dos mamíferos, mas também se dá este nome a alguns artículos dos apêndices de muitos artrópodes e de outros pequenos animais.

Nos mamíferos, o número básico de dedos em cada membro é de cinco, mas muitas espécies perderam alguns deles no decurso da evolução - os perissodátilos, por exemplo, têm um número ímpar de dedos (os cavalos e outros equídeos tem um único dedo e os rinocerontes têm três) e os artiodátilos têm um número par. Nestes animais, os dedos são formados por dois ou três ossos, chamados falanges.

Por outro lado, a malformação da mão ou do pode dar origem a um número de dedos diferente do normal:

  • a polidactilia é o caso em que se formam dedos supranumerários;
  • a microdactilia é o caso em que se formam menos dedos que o normal; e
  • a sindactilia é o caso em que se formam dedos unidos, quer pela pele (caso em que podem ser separados por cirurgia), quer pela fusão de dois ou mais ossos.

As extremidades exteriores dos dedos são protegidas por unhas, que podem ter a forma de garras ou cascos.

Dedos da mão[editar | editar código-fonte]

Raczka4.jpg

Os dedos da mão humana, chamados de quirodáctilos, principalmente o dedo oposto aos restantes - o polegar, foram um salto evolutivo, pois permitiu a estes animais a utilização de instrumentos, com os quais podem mais facilmente defender-se e modificar o meio ambiente (Edgar Morin, no seu O Paradigma Perdido se refere à dialéctica "pé - mão - cérebro").

Os dedos movem-se (novamente, com excepção do polegar, no ser humano) por acção de tendões ligados a músculos no antebraço e de outros pequenos músculos que ligam as falanges. O polegar move-se ainda por acção dos músculos flexores e rotadores, que se encontram na palma da mão, ligados ao primeiro metacarpal.

A ponta dos dedos é coberta por estruturas de queratina chamadas de unhas.

Nomenclatura[editar | editar código-fonte]

Palce.jpg
  1. Polegar - polegar, dedão, positivo ou mata-piolho.
  2. indicador - indicador, apontador, fura-olho ou fura-bolo.
  3. Dedo médio - dedo médio, dedo do meio, maior-de-todos ou pai-de-todos.
  4. Dedo anelar - anelar , anular (vulgar) ou seu-vizinho.
  5. Dedo mínimo - dedo mínimo, dedinho, mindinho ou ainda minguinho.

A pele da parte interna dos dedos, tem uma elevada concentração de terminais nervosos, tornando-os os centros do sentido do tato; isto permite, por exemplo, a leitura em Braille. Para além disso, esta pele tem uma textura especializada para a preensão, que dá origem às impressões digitais.

Dedos do pé[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro pododáctilo ou mais especificamente hálux.
  • Segundo pododáctilo.
  • Terceiro pododáctilo.
  • Quarto pododáctilo.
  • Quinto pododáctilo.

Pododáctilo é sinônimo de "dedo do pé".

A pele da parte interna dos dedos, tem uma elevada concentração de terminais nervosos, tornando-os os centros do sentido do tato; isto permite, por exemplo, a leitura em Braille. Para além disso, esta pele tem uma textura especializada para a preensão, que dá origem às impressões digitais.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dedo
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Dedo