Pânfilo (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Pânfilo, um filho de Egímio e irmão de Dimas, foi rei dos Dórios ao pé de monte Pindo, e juntamente com os Heráclidas invadiu Peloponeso.

Segundo Apolodoro, os filhos de Egímio, Pânfilo e Dimas, morreram na batalha em que os heráclidas derrotaram Tisâmeno, filho de Orestes.[1]

Segundo Pausânias, Orsobia, filha de Deifontes e Hyrnetho,[2] filha de Temeno,[3] se casou com Pânfilo, filho de Egímio.[2]

Sessenta anos após a morte de Clístenes, tirano de Sicião, os sicionianos mudaram de novo os nomes de suas tribos (das quatro tribos, os nomes que Clístenes havia dado para as três tribos que não eram a sua eram ofensivos), sendo uma delas chamada de Panfilianos (Pamphyloi); duas das outras tribos também faziam alusão aos invasores dóricos: Hylleis e Dymanatai, sendo a quarta uma alusão a Egialeu, filho de Adrasto, Aigialeis.[4]

Fontes[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.