Pérdicas III da Macedónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Dezembro de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Pérdicas III (em grego: Περδίκκας Γ`; ? — 359 a.C.) foi rei da Macedónia de 365 a 359 a.C., após suceder ao seu irmão Alexandre II.

Pelos cálculos de Jerônimo de Estridão, Pérdicas reinou por seis anos, de 368 a.C. a 362 a.C., sucedendo a Ptolomeu Alorites e sendo sucedido por Filipe[1]

Filho de Amintas III e Eurídice, era muito novo quando Alexandre II foi assassinado por Ptolomeu de Aloros, que desde então governou como regente. Pérdicas matou-o e tomou o trono.

Do reinado de Pérdicas temos muito pouca informação. Sabe-se apenas que ele estava em um momento envolvido em hostilidades com Atenas, em conta de Anfípolis, e que foi famoso por seu patrocínio aos homens de letras. Entre estes dizem-nos que Euphraeus, um discípulo de Platão, levantou-se a um lugar mui alto em seu favor, da forma mais completa para governar o jovem rei, e excluiu da sua sociedadetodos, mas os filósofos e geômetras.

Ele tentou reconquistar a parte superior da Macedônia,pertencente ao rei Bardílis I da Ilíria, mas a expedição terminou em desastre, com o rei morto.

Pérdicas acabou por morrer numa batalha contra Bardilis, e foi sucedido pelo seu jovem filho, Amintas IV. O trono foi usurpado em pouco tempo pelo irmão bem mais jovem de Pérdicas II, Filipe II.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Caixa de sucessão baseada em Jerônimo de Estridão[1]

Precedido por
Ptolomeu Alorites
Rei da Macedónia
368362 a.C.
Sucedido por
Filipe II

Referências

  1. a b Jerônimo de Estridão, Chronicon
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.