Plymouth (automóveis)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde outubro de 2011).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.

Plymouth era uma marca de automóveis norte-americana utilizada pela Chrysler Corporation e pela DaimlerChrysler de 1928 a 2001[1] .

Em 7 de Julho de 1928, a Plymouth começava a fabricar carros. Ela entrou como uma marca de carros de custo baixo, para combater os carros Chevrolet e Ford.

No final da década de 60 e começo da década de 70, a Plymouth fabricava carros marcantes para a história automobilística: Plymouth Road Runner, Superbird, Barracuda, Fury entre outros. Com a decadência dos anos 80, a Plymouth ficou quase isolada. No final dos anos 90, a Plymouth criava vários conceitos, como o Prowler.

Com a grande falta de carros em linha da Plymouth e com o isolamento dela, em Junho de 2001 sua ações fora encerradas. O último Plymouth, o Neon, teve um total de 38.657 veículos produzidos. Hoje, há muitos fans dos clássicos Plymouths dos anos 70,80 e 90, destes muitos ainda pedindo suas réplicas.

Nas Telas[editar | editar código-fonte]

  • No filme Carros, o personagem "O Rei", é um Plymouth Superbird.
  • No filme Christine o carro possuído é um Plymouth Fury

Ver também[editar | editar código-fonte]


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.