Chevrolet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chevrolet
Tipo Empresa de capital aberto
Fundação 3 de Novembro de 1911
Fundador(es) Louis Chevrolet
William C. Durant
Sede Estados Unidos Detroit, Michigan
Página oficial www.chevrolet.com.br
Propaganda da Chevrolet de 1952 cantada por Dinah Shore.
Chevrolet Bel Air

Chevrolet é uma fabricante de veículos motorizados americana, fundada em 1911 por Louis Chevrolet (conhecida também pela abreviação "Chevy") e que pertencente a General Motors (GM) juntamente com Cadillac, Buick, GMC, Opel, Holden e Vauxhall.

A Chevrolet, nos Estados Unidos, marcou época produzindo carros conhecidos internacionalmente como o Corvette, o Camaro entre muitos outros.

História[editar | editar código-fonte]

Em 03 de novembro de 1911, piloto de corridas de carro e engenheiro de automóveis, Louis Chevrolet co-fundou a Chevrolet Motor Car Company, com William C. Durant (fundador da General Motors, deposto por 5 anos) e parceiros de investimento, William Little (fabricante do automóvel Little) e Dr. Edwin R. Campbell (genro de Durant) e, em 1912, R.S. McLaughlin, do Canadá.

Durant foi afastado da gestão da General Motors, em 1910, por 5 anos. Ele assumiu o Works Flint Wagon, incorporando a Mason e empresas Little. Como chefe da Buick Motor Company, antes de fundar a GM, Durant tinha contratado Louis Chevrolet, para conduzir Buicks, em corridas promocionais. Durant planejava usar a reputação da Chevrolet como um piloto com a criação, para sua empresa, de um automóvel novo. Trabalho de projeto foi em primeiro lugar, a Série C, o Six, foi elaborado por Etienne Planche, seguindo as instruções de Louis. O protótipo C ficou pronto, no primeiro mês, antes de a Chevrolet ser realmente incorporada.

Chevrolet usou pela primeira vez o "emblema laço de borboleta". Logo em 1913, pesquisas mais recentes do historiador Ken Kaufmann, apresenta um caso que o logotipo é baseado num logotipo para "Coalettes". Outros afirmam que o projeto era uma cruz estilizada suíça, em homenagem à terra natal dos pais de Chevrolet.

Louis Chevrolet tinha diferenças com Durant, sobre o projeto e, em 1915, vendeu a Durant a sua participação na empresa. Em 1916, a Chevrolet foi rentável o suficiente para permitir a Durant "recomprar" uma participação maioritária na General Motors. Depois de o negócio ser concluído, em 1917, Durant tornou-se presidente da General Motors, Chevrolet, e foi incorporada pela GM como uma divisão separada. Em 1917, as fábricas da Chevrolet foram localizados em Nova York e Michigan, principalmente. Em 1918, ano do modelo, a Chevrolet introduziu o modelo D, um modelo de motor V8, de quatro passageiros e os modelos roadster, de cinco passageiros, modelos "touring". Ele também iniciou a produção de uma válvula de sobrecarga na linha Six. A maioria dos carros da época tinham apenas motores de baixa compressão, cabeçote baixo. Estes carros tinham motor 2.9 "³ (2.883 cm³), 55 cv (41 kW), motores com carburadores Zenith e câmbio de três marchas.

A Chevrolet continuou, em 1920, 1930 e 1940, a competir com a Ford, e depois com a Chrysler Corporation, em 1928, quando incorporou a Plymouth. Ford, Chevrolet e Chrysler eram conhecidos como "as três grandes". Em 1933, a Chevrolet anunciou que, nos Estados Unidos, vendia o mais barato carro de seis cilindros à venda.

Chevrolet teve uma grande influência no mercado automóvel americano, durante os anos de 1950 e 1960. Em 1953, ele produziu o Corvette, um carro de dois lugares desportivo, com um corpo de fibra de vidro. Em 1957, a Chevrolet apresentou o seu motor de combustível injetado, em primeiro lugar, a opção "Ramjet Rochester", no Corvette e em carros de passageiros, que custava US$ 484. Em 1960, introduziu o Corvair, com um montado na parte traseira do motor refrigerado a ar. Em 1963, um em cada dez carros vendidos nos Estados Unidos era um Chevrolet.

O design básico motor V8 tem permanecido em produção contínua, desde a sua estreia, em 1955, há mais tempo do que qualquer motor produzido em massa no mundo, embora, as versões atuais partilhem poucas se algumas partes e peças intercambiáveis, ​​com o original. As variantes do pequeno bloco básico, OHV V8, sobre a plataforma de design, em produção hoje, foram já muito modificadas, com avanços como o bloco de alumínio e cabeças, gestão eletrónica do motor e injeção de combustível sequencial. Dependendo do tipo de veículo, o V8 são construídos em diversas capacidade (ex: 4,3 a 9,4 litros) com potências (de 111.394 a 994 CV), conforme a instalação na fábrica. O projeto do motor também tem sido utilizado, ao longo dos anos, em produtos GM, construído e vendido sob as marcas Pontiac, Oldsmobile, Buick, Hummer, Opel (Alemanha), e Holden (Austrália).

Atualmente, a Chevrolet lançou o Chevrolet Volt/[Opel][Ampera], para adicionar a uma grande variedade de veículos, que, em 2010, incluiu um misto variado de projetos americanos, australianos, europeus e coreanos baseados de acordo com cada mercado local.

Chevrolet no Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Em 1924, é fundada a General Motors Brasil, em São Paulo.
  • Em 1964, é lançada a Veraneio.
  • No ano de 1968, a Chevrolet Brasil anuciou oficialmente o projeto do seu primeiro carro de passeio, o Opala.
  • Em 1973, é lançado o Chevette, em 1994 o modelo sai de linha e no lugar entra o Corsa.
  • Em 1982, é lançado o Monza, em 1996 o modelo é descontinuado, sendo assim, o substituto oficial nas vendas da marca no Brasil é o Vectra.
  • Em 1985, foi lançada a Série 20, com as pick-up's, A20, C20 e D20, para substituir a ultrapassada Série 10, e reforçar a concorrência com a Série F da Ford.
  • Em 1989, foi feito um face-lift no modelo Veraneio juntamente com a Bonanza, para seguir o mesmo padrão da carroceria da Série 20.
  • Em 1989, foi lançado o Kadett, substituto do Chevette, na Europa.
  • Em 1990, é lançado o Ipanema, uma Station Wagon derivada do Kadett.
  • Em 1992, são lançados no Brasil o Omega (para substituir o Opala) e o Vectra (que em 1996 é substituto oficial do Monza).
  • Em 1993, é lançado o Astra que era importado da Belgica, e em 1998 o modelo é fabricado no Brasil.
  • Em 1994, a Veraneio é finalmente descontinuada.
  • Em 1994, lançou o Chevrolet Corsa, sendo assim, o modelo foi substituto do Chevette.

O Corsa foi uma revolução entre os hatches populares no país.

  • Em 1995, é lançada a linha S-10 e Blazer.
  • Em 1997, a Série 20 da Chevrolet é descontinuada, e no lugar entra a Silverado, que logo mais também seria interrompida a suas vendas.
  • Em meados de 1998 e 1999, o Brasil para de importar o Tigra e o Calibra, devido a desvalorização do real.
  • Em 2000, lançou o Chevrolet Celta, para substituir o Corsa da época, já que vinha uma reestilização do mesmo em 2002.
  • Em 2001, é lançado o Zafira.
  • No ano de 2004, a Chevrolet Brasil foi líder de vendas de automóveis e comerciais leves. Além disso, a Chevrolet completou 80 anos no país.
  • Em 2005, a Chevrolet investiu na remodelação do Chevrolet Vectra, que passou a ser um sedã equivalente ao Opel Astra alemão.
  • Em 2006, a Chevrolet lançou uma reestilização do Celta e, em outubro do mesmo ano, a versão sedã do carro, chamada Prisma.

Início da renovação da frota[editar | editar código-fonte]

A Chevrolet do Brasil precisou passar por uma grande renovação de sua linha de veículos, devido a grande defasagem em que a mesma se encontrava. Esta renovação incluiu novos veículos como Agile, Cruze, Cobalt, Cruze Sport6, Nova S10, Sonic, Spin, Onix e TrailBlazer, a partir de um investimento de R$ 5,3 bilhões desde 2008.

  • Em 2008, a Chevrolet lançou o Captiva.
  • Em outubro de 2009, a Chevrolet lançou o Agile.
  • Em 2010, a Chevrolet lançou o Camaro com motor 6.2 V8 de 406 cvs, no Brasil.
  • Em Fevereiro de 2011, é encerrada a produção da Blazer, no Brasil. Atualmente os estoques do veiculo é vendido para frotistas.
  • Em 2011, o Astra tem sua produção encerrada no Brasil.
  • Em 2011, o Corsa Sedã tem sua produção encerrada no Brasil.
  • Em 28 de junho de 2011, é encerrada a produção do Vectra e do Vectra GT, no país.
  • Em setembro de 2011, a Chevrolet lançou o Cruze, no Brasil, com o motor Ecotec 6 e transmissão automática de 6 velocidades.
  • Em outubro de 2011, a Chevrolet lançou o Cobalt, no Brasil.
  • Em 2012, é lançada a nova geração da S10 com novo motor 2.8 turbodiesel e câmbio automático de 6 marchas.
  • Em 2012, é lançado o Cruze Sport6 com o mesmo conjunto do Cruze.
  • Em junho de 2012, foi lançado o Sonic carrocerias hatch e sedã com inédito motor 1.6 16V Flex.
  • Em julho de 2012, foi lançada a Spin, minivan de 5 e 7 lugares substituindo de uma vez as já defasadas Meriva e Zafira.
  • Em novembro de 2012, foi lançado o Onix, hatch compacto substituto do Corsa.
  • Em novembro de 2012, foi lançada a TrailBlazer com o mesmo câmbio e motor turbodiesel da nova geração da S10, e um inedito motor 3.6 V6 a gasolina.
  • Em outubro de 2013, a GM traz novamente para o Brasil o Chevrolet Tracker, totalmente reestilizado e com um visual bem moderno. O SUV está dísponivel somente na versão LTZ (Top), e em breve as versões LT e 4x4.
  • Até 2014, a Chevrolet lançará 18 novos modelos no mercado.

Modelos aleatórios[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]