Camião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Caminhões)
Ir para: navegação, pesquisa
Caminhão de Carga.

Um camião (português europeu) ou caminhão (português brasileiro) é um veículo terrestre para transporte de bens. Ao contrário dos automóveis, onde é comum serem construídos em uma estrutura única (à excepção das minivans), sendo a maioria deles feitos sobre uma estrutura forte chamada de chassis, os caminhões são construídos em várias dimensões, desde o tamanho de um automóvel pick-up com mala aberta ao tamanho de camiões pesados de auto-estrada com semi-atrelados.

História[editar | editar código-fonte]

Caminhão eléctrico, construído em 1943.

Caminhões e carros têm um antepassado comum: o "fardier" movido a vapor de Nicolas-Joseph Cugnot construído em 1769. Contudo, caminhões a vapor não eram comuns até 1800. As estradas nesta altura eram construídas para cavalos e carruagens, limitando o movimento deste veículos, geralmente de uma fábrica até uma estação de comboio. O primeiro semi-atrelado surgiu em 1881, puxado por um trator a vapor Dion. Caminhões movidos a vapor foram vendidos na França e Estados Unidos até a véspera da Primeira Guerra Mundial, e o início da Segunda Guerra Mundial no Reino Unido.

Combustão interna[editar | editar código-fonte]

O primeiro motor de combustão interna foi construído em 1898 por Gottlieb Daimler. Outros, tais como Peugeot, Benz e Renault construíram os seus próprios. Geralmente eram construídos com motores de dois cilindros, com uma capacidade de carregar 1500 a 2000 kg. Em 1904, 700 caminhões pesados foram construídos nos Estados Unidos, 1000 em 1907, 6000 em 1910 e 25000 em 1914.

Após a Primeira Guerra Mundial, vários avanços foram feitos: pneus totalmente em borracha foram trocados por pneus pneumáticos, acionadores de partida elétricos, travões elétricos, motores de 6 cilindros e iluminação elétrica. A Ford e a Renault também entraram no mercado de camiões pesados.

Motores a diesel[editar | editar código-fonte]

Um camião pelas rodovias do Brasil.

Embora já inventados em 1890, os motores a diesel não foram comuns em caminhões na Europa até os anos 20. Nos Estados Unidos, demorou ainda mais para estes motores serem aceitos: motores a gasolina ainda eram usados em caminhões pesados até nos anos 70, enquanto na Europa tinham sido completamente substituídos vinte anos antes.

Caminhões para transporte rodoviário [1] [editar | editar código-fonte]

Nomes utilizados no Brasil:

  • Caminhão plataforma - transporte de contêineres e grandes cargas
  • Caminhão baú - Carroceria semelhante a um contêiner que protege a carga do tempo
  • Caminhão tremonha ou com caçambas - transporta cargas à granel
  • Caminhão aberto - transporte de mercadorias não perecíveis e pequenos volumes. A carga pode ser coberta com encerados
  • Caminhão refrigerado - transporte de gêneros perecíveis com controle de temperatura
  • Caminhão-tanque - transporte de derivados de petróleo e líquidos similares a granel. Os que transportam água são chamados de caminhões pipa.
  • Caminhão graneleiro ou silo - transporte de graneis sólidos
  • Caminhões especiais: carretas, guindastes sobre a carroceria (munck), cegonhas (transporte de automóveis), etc.
  • Semirreboque: carroceiras sem propulsão própria, São acoplados equipamentos tipo cavalos-mecânicos ou caminhões-trator

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. RODRIGUES, Paulo Roberto Ambrosio - Introdução aos Sistemas de Transporte no Brasil e à Logística Internacional - Edições Aduaneiras Ltda - 2000 - São Paulo - Pg. 36 - ISBN 85-7129-239-6
Outras
  • Conduire un véhicule lourd, Société de l'Assurance Automobile du Québec, 7e édition, 2002 ISBN 2-551-19567-5

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Camião