Porto de Leixões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Porto de Leixões visto do viaduto de Leça, da A28.
Titã do molhe norte do Porto de Leixões (1886)[1]

O Porto de Leixões é o segundo maior porto artificial de Portugal, construído nos finais do século XIX e sucessivamente alargado e melhorado até aos nossos dias. Situa-se 4 km a norte da foz do rio Douro, no concelho de Matosinhos, perto da cidade do Porto.

O Porto de Leixões é a maior infra-estrutura portuária da Região Norte de Portugal e uma das mais importantes do País. Com 5 quilómetros de cais, 55 hectares de terraplenos e 120 hectares de área molhada, Leixões dispõe de boas acessibilidades marítimas, rodoviárias e ferroviárias, bem como de modernos equipamentos e avançados sistemas informáticos de gestão de navios.

Representando 25% do comércio internacional português e movimentando cerca de 14 milhões de toneladas de mercadorias por ano, Leixões é um dos portos mais competitivos e polivalentes do país, já que passam por Leixões cerca de três mil navios por ano e todo o tipo de cargas, das quais se destacam: têxteis, granitos, vinhos, madeira, automóveis, cereais, contentores, sucata, ferro e aço, álcool, aguardente, açúcares, óleos, melaços, produtos petrolíferos e ainda passageiros de navios de cruzeiro.

A movimentação de mercadorias em Leixões é efectuada, quase na íntegra, por empresas concessionárias que possuem os mais modernos equipamentos. A autoridade portuária assegura os serviços de pilotagem, reboque e amarração.

Beneficiando de uma localização estratégica, de um hinterland rico em indústria e comércio, o Porto de Leixões tem uma posição privilegiada no contexto do sistema portuário europeu. Opera 365 dias por ano, com altos níveis de produtividade e com reduzido tempo de permanência dos navios no cais, usufruindo de uma barra permanentemente aberta ao tráfego portuário, sem restricções de acesso por efeito das marés.


Estatística Portuária[editar | editar código-fonte]

Ano Navios Mercadorias em Tons Contentores em Unidades TEU
2012 2591 16 614 561 470.620
2011 2638 16 363 347 468.684
2010 2589 14 570 082 398.783
2009 2610 14 138 533 384.200
2008 2695 15 635 100 450.026
2007 2778 14 947 984 433.486
2006 2766 14 016 182 378.387
2005 2824 14 050 710 352.002
2004 2802 13 703 505 349.495
2003 2902 13 450 382 320.433
2002 3086 12 647 541 304.355
2001 3128 13 264 965 296.616
2000 3007 13 575 030 281.258
1999 3037 13 739 597 251.401
1998 2876 13 878 344 243.158
1997 2742 12 117 593 216.406
1996 2646 12 631 665 202.182
1995 2590 12 777 866 195.486
1994 2580 12 841 532 176.753

Referências

  1. Das Origens ou o Porto do Filho de Hércules APDL. Visitado em 21 de dezembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Porto de Leixões