Rafael Martín Vázquez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Martín Vázquez
Informações pessoais
Nome completo Rafael Martín Vázquez
Data de nasc. 25 de setembro de 1965 (48 anos)
Local de nasc. Madri,  Espanha
Altura 1,80 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meia
Clubes de juventude

1980–1983
Escolapios
Real Madrid
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1983
1983–1990
1990–1992
1992
1992–1995
1995–1997
1997–1998
1998
Castilla
Real Madrid
Torino
Marseille
Real Madrid
Deportivo
Celaya
Karlsruhe
014 00(3)
179 0(35)
052 00(2)
007 00(1)
073 00(7)
017 00(2)
010 00(0)
005 00(0)
Seleção nacional
1983–1984
1984–1988
1987
1984
1987–1992
Flag of Spain.svg Espanha Sub-18
Flag of Spain.svg Espanha Sub-21
Flag of Spain.svg Espanha Sub-23
Flag of Spain.svg Espanha (A)
Flag of Spain.svg Espanha
010 00(2)
015 00(1)
002 00(1)
001 00(0)
038 00(1)

Rafael Martín Vázquez (Madri, 25 de setembro de 1965) é um ex-futebolista espanhol.

Sua carreira é diretamente lgada ao Real Madrid[1] , clube que defendeu entre 1983 e 1990, com um retorno em 1992. Deixou a equipe Merengue definitivamente em 1995.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Martín Vázquez foi promovido do Castilla (filial do Real Madrid) ao time principal em 1983, iniciando uma carreira vitoriosa ao serviço dos Merengues.

Durante sua passagem, ele foi integrante da famosa "La Quinta del Buitre" (A Quinta do Abutre, em português). Dela faziam parte, além de Martín Vázquez, Míchel, Emilio Butragueño (El Buitre), Miguel Pardeza e Manolo Sanchís. Na temporada 1989-90, o Real marcou impressionantes 107 gols, tendo o mexicano Hugo Sánchez (outro grande nome dos Merengues) marcado 38.

Em 1990, seu contrato com o Real não é renovado e Martín Vázquez assina com o Torino, onde atua por dois anos, marcando apenas dois gols em 52 partidas. Entretanto, ele deteve uma marca importante no Calcio: durante sua passagem pelo Torino, foi o estrangeiro mais bem pago do futebol italiano.

Sua passagem pelo francês Marseille foi ainda pior: em apenas dois meses, ele atuou em apenas sete jogos, marcando um único gol.

De volta ao Real Madrid em 1992, Martín Vázquez tem um desempenho muito fraco, mesmo atuando em 73 partidas, fez apenas sete gols.

Em 1995, Vázquez diz adeus em definitivo ao Real Madrid, e assina com o Celaya, onde reencontra seus ex-companheiros Míchel e Butragueño, que encerrariam a carreira mais tarde.

Perseguido por seguidas lesões, Vázquez assina um contrato com o Karlsruhe, onde joga cinco partidas e se despede como jogador em 1998.

Carreira na Fúria[editar | editar código-fonte]

Vázquez atuou durante quatro anos nas seleções de base da Espanha, sendo convocado pela primeira vez para o time principal em 1987, em amistoso contra Luxemburgo.

Com a camisa da Seleção principal da Fúria, ele disputou 38 jogos e marcou um gol. Na base, onde jogou de 1983 a 1987, foram 28 partidas e quatro gols.

Somando as passagens pela base e pela Seleção principal, Vázquez disputou 66 jogos e marcou quatro gols.

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Com o Real Madrid
Copa da UEFA
2 (1984-85 e 1985-86)
Campeonato Espanhol
6 (1985–86, 1986–87, 1987–88, 1988–89, 1989–90, 1994–95)
Copa do Rei
2 (1988–89, 1992–93)
Copa da Liga Espanhola
1 (1984–85)
Supercopa da Espanha
3 (1988, 1989, 1993)
  • Com o Torino
Copa da UEFA
Vice-campeonato em 1991-92


Referências



Bandeira de EspanhaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas espanhóis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.