Rainha Vermelha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rainha Vermelha
Tenniel red queen with alice.jpg
Rainha Vermelha e Alice
Morada Casa D8
Espécie Peça de xadrez
Família Rei Vermelho(marido)
Criado por Lewis Carrol
Gênero(s) Feminino
Primeira aparição Through the Looking Glass
Última aparição Through the Looking Glass
Interpretado por Helena Bonham Carter
Projecto Literatura  · Portal Literatura

A Rainha Vermelha é uma personagem e antagonista principal da novela Through the Looking-Glass, de Lewis Carroll. No cinema está presente no filme Alice in Wondeland, cuja direção é de Tim Burton.

Alice in Wonderland (2010)[editar | editar código-fonte]

Interpretada por Helena Bonham Carter, neste filme a Rainha Vermelha destronou sua irmã, a Rainha Branca, e agora governa tiranamente o País das Maravilhas. Em declarações à Agência Efe, a atriz disse que a personagem "fica zangada porque tem uma cabeça enorme". "Por isso, ela não para de pedir que cortem a cabeça das pessoas. Ela também não consegue parar de falar, não tem empatia e é realmente explosiva e egoísta", acrescentou no filme ela se chama Iracebeth de Crims.

Apesar de tudo isso, ela disse ter ficado satisfeita por ter ficado com o papel. "Quando você atua, não pode julgar o personagem. Tem que olhar as coisas do ponto de vista dele. A Rainha de Copas não é má. Ela é a ferida, a doente, por isso foi tão interessante interpretá-la", afirmou[1] .

Críticas feitas à personagem, neste filme, se referem ao fato dela ser, na verdade, uma fusão de duas figuras distintas da obra de Lewis Carrol: a Rainha de Copas ( que pertence a um baralho de cartas e que está presente no primeiro livro, Alice no País das Maravilhas) e da legítima Rainha Vermelha ( que é representada por uma peça de xadrez vermelha, dado que o xadrez é o tema pemanente do segundo livro, Through the Looking Glass). O bordão que a Rainha Vermelha repete por todo o longa-metragem – "cortem-lhe a cabeça" – na verdade pertence a Rainha de Copas. O motivo da mudança de nomes parece ser a necessidade de contrapô-la à etérea e meiga Rainha Branca, sua oponente na trama. Nos livros originais, porém, não há vilões nem mocinhos, e as duas supostas rivais até tomam chá juntas.[2]

Referências

  1. Anne Hathaway compõe trio de damas em 'Alice' de Tim Burton (em português). Estadão (26-02-2010). Página visitada em 03-04-2010.
  2. No subterrâneo da fantasia (em português). Veja (21-04-2010). Página visitada em 07-05-2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.