Coelho Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alice-white-rabbit.jpg

Coelho Branco (em inglês: White Rabbit) é uma personagem fictícia da obra literária produzida por Lewis Carroll.

No livro "As Aventuras de Alice no País das Maravilhas" ele aparece logo no início, dizendo "Ai, ai! Ai, ai! .. Vou chegar atrasado demais!" (o que na hora Alice não acha espantoso), e em seguida tira um relógio de bolso de seu colete vermelho todo listrado com branco, o que chama a atenção de Alice e a faz correr atrás dele até a toca, iniciando assim a longa seqüência de eventos pelos quais Alice passa.

Versão Disney[editar | editar código-fonte]

Na versão de Disney, o coelho parece ser o personagem com mais lógica, comparado aos demais no País das Maravilhas. Assim, é frequentemente a pessoa equilibrada em meio a loucos; quando pede ao Dodô ajuda para expulsar o "monstro" (Alice), a solução final de Dodô é queimar a casa. Na festa louca do chá, o Chapeleiro Louco e a Lebre de Março tentam “consertar” seu relógio, que estaria com "dois dias de atraso". A dupla coloca vários alimentos dentro do relógio (manteiga, chá, geléia e limão) e assim o fazem pular pelos ares, por isso a Lebre esmaga-o com um martelo. A cena termina quando o Coelho chama o relógio de "presente de desaniversário", e jogam-no para fora, cantando a canção de Feliz Desaniversário.

O coelho é famoso pela pequena canção que cantou no começo: “É tarde! É tarde! É tarde até que arde! Ai, ai, meu Deus! Alô, adeus! É tarde, é tarde, é tarde!”.

O Coelho de Disney fêz algumas aparições no show original do Disney Channel, O Point do Mickey (House of Mouse). Sua cena mais perceptível foi quando confessou a Clarabela que “eu não estou realmente atrasado" e "Eu sou uma fraude!”. Foi dublado por Corey Burton, que exprimia a personalidade do coelho em todos os papéis futuros na versão inglesa.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Jogos eletrônicos[editar | editar código-fonte]

Em filmes e televisão[editar | editar código-fonte]

  • No filme Matrix, Neo é instruído a seguir o Coelho Branco numa das metáforas metafísicas de acordar no filme. Logo em seguida sua campainha toca e, ao abrir a porta, se depara com uma mulher com a tatuagem de um coelho branco no ombro.
  • Em LOST, o Coelho Branco é aludido várias vezes. Primeiramente, é o nome de um episódio sendo que, nesse episódio, Locke diz que Jack está seguindo o Coelho Branco na forma de seu pai. O Coelho Branco é também o símbolo da estação "Looking Glass Station" (em semelhança ao nome do segundo livro em inglês).

Referências[editar | editar código-fonte]

Carroll, Lewis. Alice no País das Maravilhas. [S.l.]: Martin Claret, 2005.