The Walt Disney Company

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Walt Disney Company
Tipo Privada
Cotação NYSE: DIS
Indústria Meios de comunicação social
Fundação 16 de outubro de 1923 (90 anos)
Fundador(es) Roy e Walt Disney
Sede Burbank, CA,
 Estados Unidos
Áreas servidas Mundo
Locais USA
Presidente Bob Iger
Pessoas-chave Bob Iger (presidente e CEO)
Empregados 166.000 (2012)
Produtos Televisão a cabo, publicação, filmes, parques temáticos, broadcasting, rádio, portais de Internet
Divisões Walt Disney Studios
Walt Disney Parks and Resorts
Disney Interactive Media Group
Disney Consumer Products
etc
Subsidiárias Walt Disney Pictures
Walt Disney Animation Studios
Walt Disney Theatrical
Buena Vista International India
Pixar Animation Studios
Marvel Entertainment
Lucasfilm
The Muppets Holding Company
ABC Inc.
ESPN Inc. (80%)
A+E Networks (50%)
Rádio Disney
Hulu (27%)
UTV Software Communications
Receita Lucro US$ 42,278 Bilhões (2012)
Lucro Lucro US$ 9,260 Bilhões (2012)
Renda líquida Lucro US$ 5,682 Bilhões (2012)
Página oficial Site oficial

The Walt Disney Company (NYSE: DIS), conhecida popularmente como simplesmente Disney, é uma empresa multinacional estadunidense de mídia de massa sediada no Walt Disney Studios, em Burbank, Califórnia. É um dos maiores conglomerados de mídia e entretenimento do planeta por receita.[1] [2]

A Disney foi fundada em 16 de outubro de 1923, por Walt Disney e Roy Oliver Disney como Disney Brothers Cartoon Studio e estabeleceu-se como líder nacional na indústria de animação antes de diversificar seus produtos para a produção de filmes, redes televisão e parques temáticos. A empresa também operava sob o nome Walt Disney Studio e Walt Disney Productions. Levando em seu nome atual desde 1986, a empresa expandiu suas operações até então existentes e também começou divisões focadas em teatro, rádio, música, publicidade e mídia online. Além disso, a Disney também criou novas divisões corporativas com o objetivo de comercializar conteúdo mais para adultos, visto que suas marcas são tipicamente associadas ao aspecto familiar e infanto-juvenil.

A empresa é mais conhecida pelos produtos de seu estúdio de cinema, o Walt Disney Studios, que é hoje um dos maiores e mais conhecidos estúdios de Hollywood. A Disney também tem a propriedade e opera a rede de televisão ABC; redes de televisão por assinatura, como Disney Channel, ESPN, A+E Networks e ABC Family; divisões de publicidade, de merchandising e de teatro; e possui e licencia 14 parques temáticos ao redor do mundo, além de também ter uma divisão de música de sucesso. Em 2009, empresa também adquiriu a Marvel Entertainment Inc. por 4 bilhões de dólares.[3]

A empresa é parte do Dow Jones Industrial Average desde 6 de maio de 1991. Uma criação antiga e bastante conhecida dos desenhos animados da empresa, o Mickey Mouse, é um símbolo principal da The Walt Disney Company.

História[editar | editar código-fonte]

Estúdio[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta seção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Walt Disney em 1946

A companhia que Walter Elias Disney (1901-1966) e seu irmão fundaram em 1923 era especializada em produzir filmetes de animação, usando a então recentíssima inovação do som no cinema. Com a novidade, ganhou tanto dinheiro que pôde investir em seu primeiro sonho: um filme em longa-metragem inteiramente desenhado, sobre uma temática de conto de fadas e estruturado como uma peça musical. Assim, em 1937, ficou pronto "Branca de Neve e os Sete Anões". Até hoje, muito do modo de produção dos longas de animação ainda tem origem nesse filme pioneiro, como por exemplo o fato de se gravar as vozes dos atores interpretando seus papéis antes da execução dos desenhos, para facilitar a sincronização de áudio e imagem.

O sucesso comercial de "Branca de Neve" foi tanto, que Disney pôde investir rapidamente em outros projetos. Em duas décadas, a pequena companhia dos filmetes seria um conglomerado de mídia e um império do setor de entretenimento, atuando não só no cinema, como também na TV, rádio, produção editorial e fonográfica, parques de diversões, hotelaria, turismo, navegação, sem contar os royalties provenientes das licenças de uso dos personagens e marcas registradas Disney para todo tipo de aplicação comercial.

O carro-chefe desse sucesso financeiro foram os filmes longa-metragem de animação. Mesmo que Walt Disney continuasse produzindo centenas de curtas (usando os personagens Mickey, Donald, Pluto, Pateta, entre vários outros), documentários sobre vida selvagem e filmes com atores de carne-e-osso ("Se Meu Fusca Falasse", "Operação Cupido", entre outros), era nos sucessos de "Dumbo" (1941), "Bambi" (1942) e "A Gata Borralheira/Cinderela" (1950) que Walt Disney montava para bolear o seu negócio.

Entre 1937 e 1970, a Disney lançou 15 filmes de animação em longa-metragem. A periodicidade, então, deixava 2,2 anos, em média, de intervalo entre um lançamento e outro. No entanto, não havia freqüência exata, pois houve períodos como 1940-1942, e 1950-1953, com quatro lançamentos de longas em cada, e longos recessos sem lançamentos como em 1942-1950, 1963-1968 e 1970-1977.

Mickey Mouse, um dos principais símbolos da empresa.

Com esses intervalos de sete ou oito anos, a produção seguia inconstante. Só que não podia ser acelerada, pois dependia do capital para investimento que provinha da renda de cada filme — e esta dependia tanto da recepção do filme pelo público quanto da disponibilidade de recursos de acordo com os projetos paralelos da própria empresa. Não deve ser por acaso que os dois parques temáticos da empresa foram inaugurados justamente em épocas de recesso.[carece de fontes?]

Ou seja, nessa época ainda não havia para a companhia um sistema produtivo que garantisse a renovação ininterrupta de capital para reinvestimento. Somente no final da década de 1980 é que o ritmo de produção dos estúdios consolida-se como industrial e aumenta progressivamente. O lançamento de novos filmes, que em 1987 era bienal, passa a anual em 1993, e a semestral em 1998. O Paradigma Disney foi um elemento essencial para garantir o ritmo acelerado industrial da produção dos estúdios.

O estúdio administrativo e de produção da empresa está localizado em Burbank e Los Angeles. Seus estúdios de filmes incluem a Walt Disney Pictures, Touchstone Pictures, Disneynature e mais recentemente, a Pixar e em 30 de outubro de 2012 a Disney comprou a LucasFilm. Desde 1996, a Disney também é dona da American Broadcasting Company (ABC), a maior rede de televisão dos Estados Unidos e do mundo - e também controla o Disney Channel o Disney XD e a família de canais de esporte ESPN. A divisão musical da empresa inclui a Walt Disney Records, Mammoth Records, Lyric Street Records e Hollywood Records. Também opera o Disney Vacation Club e restaurantes ESPN Zone. É dona da Hyperion Books, Disney Publishing Worldwide, Marvel e Walt Disney Cruise Lines.

Em 2012, a Disney comprou a Lucasfilm de George Lucas, produtora do Star Wars por US$4,05 bilhões.[4]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta seção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Complexos turísticos e parques temáticos[editar | editar código-fonte]

Por ordem cronológica de construção:

  • Disneyland Resort: Primeiro complexo de turismo Disney no mundo. Aberto em 17 de Julho de 1955, é constituido por 2 parques temáticos: Disneyland Park e o Disney's California Adventure. Possui 3 hotéis em sua propriedade e um complexo de vida noturna: Downtown Disney. É o único Resort que Walt Disney viu aberto.
  • Walt Disney World Resort: Inaugurado em 1 de Outubro de 1971 na cidade de Orlando, bairro de Lake Buena Vista, na Flórida, é o maior destino turístico do mundo, com 4 parques temáticos: Magic Kingdom, EPCOT Center, Disney-Hollywood Studios, e o Disney's Animal Kingdom. Além de 2 parques aquáticos, centro de vida noturna (Downtown Disney), mais de 22 hotéis e muito mais.
  • Tokyo Disneyland Resort: Foi o primeiro complexo de parques a abrir fora dos Estados Unidos. É controlado pela Walt Disney Company em parceria com a empresa OrientalLand. Possui dois parques: Tokyo Disneyland Park e o Tokyo DisneySea.
  • Disneyland Resort Paris: Inaugurado em 12 de Abril de 1992 na cidade de Marne-la-Vallée, perto de Paris. Possui dois parques temáticos: Disneyland Park e o Walt Disney Studios, e um centro de vida noturna: Disney Village. O Disneyland Resort Paris recebe mais visitantes do que qualquer outro ponto turístico da Europa. Possui mais visitantes do que a própria Torre Eiffel.
  • Hong Kong Disneyland Resort: É controlado pela Walt Disney Company e o governo de Hong Kong. Está na ilha de Lantau, na China e foi inaugurado em 2005. Possui por enquanto apenas um parque: Hong Kong Disneyland Park e 2 hotéis.
  • Disney Cruise Line: Inaugurada em 1998, atualmente opera com 4 navios: Disney Wonder, Disney Magic , Disney Dream e Disney Fantasy(2012). Dois dos navios foram construídos na Itália, pelo estaleiro veneziano Fincantieri.

Walt Disney Studios[editar | editar código-fonte]

Entrada principal do Walt Disney Studios em Burbank, Califórnia

O negócio original de Disney era cinema. O Walt Disney Studios Entertainment, conhecido também como os estúdios de Walt Disney, inclui os filmes da Disney e os estúdios de animação. Desde 2002 foi dirigido por Dick Cook, e em 2003, todos os demais selos foram fundidos sob a marca do Buena Vista Motion Pictures Group.

Redes de televisão[editar | editar código-fonte]

Sua unidade de comunicação por radiodifusão é centrada em torno da rede da televisão American Broadcasting (ABC), que fora adquirida na compra da o Cap Cities/ABC em 1996. O grupo incluem:

Edifício empresarial do Disney Channel em Burbank
  • Disney-ABC Networks
    • ABC Television Network
    • ABC Entertainment
    • ABC Daytime
    • ABC News
    • ABC Sports
    • ABC Kids
    • ABC Studios
    • American Bradcasting Company Radio (72 estações nos E.U.A. incluindo Radio Disney, ESPN Radio e ABC News Radio)

Disney Consumer Products[editar | editar código-fonte]

Responsável por gerenciar todos os produtos de consumo com algum selo pertencente a Walt Disney Company.

  • Disney Publishing
    • Hyperion Books
  • Disney Stores
  • Buena Vista Games
  • The Baby Einstein Company
  • Disney Stores Worldwide
  • Disney Direct Marketing
  • The Muppet Holding Company

Disney Music Group[editar | editar código-fonte]

Administrado por Chris Mountan, é responsável pelos selos fonográficos da Walt Disney Company. Os selos Disney são distribuidos pela Universal Music Group na América do Norte, pelo grupo Avex no Japão e, desde setembro de 2005, pela EMI.

Walt Disney Theatrical Productions[editar | editar código-fonte]

Walt Disney Theatrical Productions é uma produtora de musical ligada a The Walt Disney Company. Ela é a representação Disney na Broadway em Nova York. A companhia tem ganhado reputação com os meios de comunicação por criar performances populares e profissonais, estreiando com o aclamado Beauty and the Beast (br:A Bela e a Fera) em 1994 e mais recentemente com The Little Mermaid (br:A pequena Sereia) em 2008. A companhia é dirigida por Thomas Schumacher, e faz partes de uma das unidades da The Walt Disney Company, Walt Disney Studio Entertainment. A divisão também gerencia a Disney Live Family Entertainment, incorporando Disney on Ice e Disney Live, produzidas por Feld Entertainment.

Desenhos animados[editar | editar código-fonte]

A The Walt Disney Company atualmente mantém quatro estúdios de animação, sendo eles a Walt Disney Animation Studios, a Pixar Animation Studios, a DisneyToon Studios e a Disney Television Animation. Enquanto a Walt Disney Animation Studios e a Pixar Animation Studios se dedicam a produção de filmes animados para o cinema, a DisneyToon Studios é completamente voltada para lançamentos em home-video (direto para vídeo), enquanto a Disney Television Animation produz séries animadas para os canais da empresa (Disney Channel, Disney XD e Disney Junior).

Outros negócios[editar | editar código-fonte]

A empresa já foi dona do time de hóquei Anaheim Ducks, que deu origem ao desenho e filme Super Patos (pt-br) e vendeu o time em 2005 e já foi dona do time de beisebol Anaheim Angels, que mais tarde foi vendido para o empresário Arturo Moreno. Também opera o licenciamento de produtos e vendas de produtos Disney através da Disney Store, Disney Publishing e Disney Interactive.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Globo são o 17º maior grupo de mídia do mundo
  2. Google é a maior empresa de mídia do mundo
  3. Andrew Clark (31 de agosto de 2009). Disney buys Marvel Entertainment The Guardian. Página visitada em 5-5-2011.
  4. Grover e Richwine, Ronaldo e Lisa. Disney traz a força com investida em game e serie Star Wars Exame. Página visitada em 21 de Agosto de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]