Dumbo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dumbo
Dumbo (PT/BR)
Pôster original do filme.
1941 • cor • 64 min 
Direção Ben Sharpsteen
Produção Walt Disney
Roteiro Otto Englander
Joe Grant
Dick Huemer
Baseado em Dumbo
de Helen Aberson
Harold Pearl
Elenco Edward Brophy
Herman Bing
Margaret Wright
Sterling Holloway
Cliff Edwards
Gênero Animação
Música Frank Churchill
Oliver Wallace
Estúdio Walt Disney Productions
Distribuição RKO Pictures
Lançamento Estados Unidos 23 de Outubro de 1941
Brasil 17 de Novembro de 1941
Portugal 30 de Novembro de 1942
País  Estados Unidos
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Dumbo é um filme estadunidense do gênero animação produzido pela Disney com sua estreia em 23 de outubro de 1941.

É o quarto longa-metragem de animação dos estúdios Disney, fazendo parte da lista de clássicos da Disney. Foi baseado em "Dumbo" da escritora Helen Aberson e do ilustrador Harold Pearl. O personagem principal é Jumbo Jr., um elefante antropomórfico que é cruelmente apelidado de Dumbo (em inglês, "estúpido"). Ele é ridicularizado por suas orelhas muito grandes, mas descobre que pode voar utilizando-as como asas. Seu único amigo é um rato chamado Timóteo — esse fato parodia o medo de elefantes a ratos.

Dumbo foi feito para recuperar as perdas financeiras de Fantasia. Possui 64 minutos, sendo um dos filmes mais curtos produzidos pela Disney. O filme foi dirigido por Ben Sharpsteen, produzido por Walt Disney e escrito por Otto Englander, Joe Grant e Dick Huemer.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

As cegonhas chegam, como todos os anos, ao circo para entregar os bebês às suas mães. Sra. Jumbo, uma elefante, descobre que seu pequeno filhote, chamado Dumbo, tem orelhas grandes. Todos os seus colegas não param de rir de seu bebê, mas a Sra. Jumbo sempre o defendeu a ponto de ser confinada por enfrentar qualquer um que zombe dele. Dumbo é abusado e ridicularizado por todos os seus pares, mas com a ajuda de um pequeno rato chamado Timóteo, Dumbo se torna um astro de circo.

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Dumbo é baseado em uma história infantil escrita por Helen Aberson e ilustrado por Harold Pearl. Dumbo foi levado ao conhecimento do Walt Disney no final de 1939 pelo chefe da Disney de licenciamento de mercadoria Kay Kamen. Disney imediatamente comprou os direitos da história.[1]

Originalmente, era para ser um curta-metragem, no entanto, a Disney logo descobriu que a única maneira de fazer justiça ao livro era tornando o um longa-metragem.[2] Na época, o estúdio Disney estava em sérias dificuldades financeiras devido à guerra na Europa, o que causou o fracasso de bilheterias de Pinóquio e Fantasia, com o resultado que Dumbo foi destinado a ser um recurso de baixo orçamento projetado para trazer receitas para o estúdio.[3] Storymen Dick Huemer e Joe Grant foram os principais no desenvolvimento do enredo. Eles escreveram o roteiro em capítulos, muito parecido com um livro, uma maneira incomum de escrever um roteiro de filme. Independentemente disto, muito pouco foi mudado do projeto original.[4]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Nenhum dos dubladores para Dumbo receberam crédito na tela, assim como em Branca de Neve e os Sete Anões e Pinóquio. Timothy foi dublado por Edward Brophy, um ator conhecido por retratar gangsters. Ele não chegou a fazer dublagem em outra animação conhecida. A Matriarca dos elefantes foi dublado por Verna Felton, que também dublou a Fada Madrinha de Cinderela, a Rainha de Copas em Alice no País das Maravilhas e Flora, uma das três fadas boas em A Bela Adormecida. Outros dubladores inclui o Sterling Holloway como Mr. Stork, Cliff Edwards, conhecido pela dublagem do Grilo Falante, interpretou o corvo Jim, líder dos corvos, e John McLeish, sendo o narrador do filme.

No Brasil foram feitas quatro dublagens para o filme. A primeira foi realizada em 1941, a segunda em 1965, a terceira em 1986 e a quarta em 1998. A terceira dublagem é a mais conhecida entre todas, estando nos lançamentos em DVDs e nos discos de blu-ray. A emissora SBT encomendou uma quarta dublagem que contém as vozes de Mariângela Cantú como a Matriarca, Sérgio Stern como Timothy, Miriam Ficher dublou Prissy, Andréa Murucci dublou Giddy, Orlando Drummond Cardoso dublou o diretor do circo e Guilherme Briggs dublou um dos corvos. Artistas renomados fizeram parte da primeira dublagem brasileira, como Sara Nobre, Estelita Bell, Dalva de Oliveira, Sara Nobre, Wellington Botelho, Castro Gonzaga, José Vasconcelos e Delorges Caminha.

Animação[editar | editar código-fonte]

Quando o filme começou a ser produzido no início de 1941, o diretor supervisor Ben Sharpsteen recebeu ordens para manter o filme simples e barato. Como resultado, Dumbo falta o detalhe pródiga dos três filmes de animação da Disney anteriores (Fantasia, Pinóquio e Branca de Neve e os Sete Anões): o design dos personagens são mais simples e os fundos são menos detalhadas. Eram levados elefantes e outros animais ao estúdio para que os animadores possam estudar seus movimentos.[2]

Pintura de aquarela foi usado para processar os fundos. Dumbo e Branca de Neve são as duas únicas características clássicas da Disney para usar a técnica, que foi regularmente empregado para outros desenhos animados da Disney. Em outros filmes da Disney eram usados ​​tinta a óleo e guache. O filme Lilo & Stitch (2002) foi bastante influenciado por Dumbo, fazendo uso de fundos com aquarela.[5] [6]

A simplicidade libertou os animadores de ser excessivamente preocupado com os detalhes e permitiu-lhes focar no elemento mais importante de animação dos personagens: a atuação.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagem Original EUA Dublagem Brasil
1941
Dublagem Brasil
1965
Dublagem Brasil
1986
Dublagem Brasil
1998
Dobragem Portugal
Narrador John McLeish Informação não disponível Mauro Ramos Informação não disponível
Timothy Edward Brophy Aristóteles Pena Ênio Santos Manolo Rey Sérgio Stern Manuel Arouca
Matriarca Verna Felton Sara Nobre Estelita Bell Selma Lopes Mariângela Cantú Cucha Carvalheiro
Prissy Sarah Selby Estelita Bell Ida Gomes Helena Samara Miriam Ficher Isabel Ribas
Giddy Noreen Gammill Dalva de Oliveira Terezinha Moreira Nair Silva Andréa Murucci Leonor Alcácer
Catty Dorothy Scott Sônia Barreto Miriam Teresa Patrícia Scalvi Mabel César Paula Fonseca
Sra. Jumbo Verna Felton Sara Nobre Selma Lopes Informação não disponível Telma Costa (diálogos)
Regina Elena Mesquita (canções)
Informação não disponível
Casey Jr. Margaret Wright Wellington Botelho Informação não disponível Carlos Seidl Carol Kapfer José Jorge Duarte
Diretor do circo Herman Bing Castro Gonzaga Luiz Motta Orlando Drummond Cardoso João Didelet
Mr. Stork Sterling Holloway José Vasconcelos Informação não disponível Jomery Pozolli Marcelo Coutinho Fernando Luís
Corvo Jim Cliff Edwards Mário Vasconcelos Francisco Milani Cláudio Galvan Carlos Freixo
Corvo 2 Hall Johnson Delorges Caminha Informação não disponível Orlando Drummond Cardoso Clécio Souto André Maia
Corvo 3 James Baskett Natano Monteiro Mário Monjardim Guilherme Briggs Gonçalo Sá
Corvo 4 Jim Carmichael Baptista Junior Laura Cruz Luiz Feier Motta Nuria Haruman
Corvo 5 Jim Carmichael Edmundo Maia Antônio Patiño Isaac Schneider Carlos Feio
Palhaço Billy Sheets Almirante Carlos Marques Sérgio Cantú João Cortes
Skinny Malcolm Hutton Cristóvão Mário Mário Monjardim Marco Antônio Costa Carlos Rodrigues

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Dumbo
Trilha sonora de Vários Artistas
Lançamento 9 de setembro de 1997
Gênero(s) Trilha sonora
Gravadora(s) Walt Disney Records

Uma trilha sonora completa do filme foi lançada em 9 de setembro de 1997 nos Estados Unidos pela Walt Disney Records, contendo canções e instrumentais apresentadas no filme. Essa mesma versão inclui uma demo por Oliver Wallace.

Lista de faixas[7]
N.º Título Interpretada por Duração
1. "Main Title" (Instrumental) Frank Churchill & Oliver Wallace 6:07
2. "Look Out for Mister Stork"   Coro 2:16
3. "Loading the Train / Casey Junior / Stork On a Cloud / Straight from Heaven / Mother and Baby / Arrival At Night"   Coro 4:58
4. "Song of the Roustabouts"   Coro 2:38
5. "Circus Parade" (Instrumental) Frank Churchill & Oliver Wallace 1:28
6. "Bathtime / Hide and Seek" (Instrumental) Frank Churchill & Oliver Wallace 1:32
7. "Ain't That the Funniest Thing / Berserk / Dumbo Shunned / A Mouse! / Dumbo and Timothy / Dumbo the Great" (Instrumental) Frank Churchill & Oliver Wallace 3:23
8. "The Pyramid of Pachyderms" (Instrumental) Oliver Wallace & Frank Churchill 1:59
9. "No Longer an Elephant / Dumbo's Sadness / A Visit In the Night / Baby Mine"   Betty Noyes 3:35
10. "Clown Song"   Coro 1:00
11. "Hiccups / Firewater / Bubbles / Did You See That? / Pink Elephants On Parade"   Coro  
12. "Up A Tree / The Fall / Timothy's Theory" (Instrumental) Frank Churchill & Oliver Wallace 1:32
13. "When I See an Elephant Fly"   Jim Carmichael, Cliff Edwards & Hall Johnson Choir 1:47
14. "You Oughta Be Ashamed" (Instrumental) Frank Churchill & Oliver Wallace 1:10
15. "The Flight Test / When I See an Elephant Fly (Reprise)"   Jim Carmichael, Hall Johnson Choir & Cliff Edwards 0:56
16. "Save My Child / The Threshold of Success"   Cliff Edwards, Jim Carmichael & Hall Johnson Choir 1:02
17. "Dumbo's Triumph / Making History / Finale (When I See an Elephant Fly)"   Cliff Edwards, Jim Carmichael & Hall Johnson Choir 2:17
18. "Spread Your Wings" (Demo Recording) Oliver Wallace 1:08

Canções no filme[editar | editar código-fonte]

Canção Intérprete(s)
 Estados Unidos
"Casey Junior" The Sportsmen
"Look Out for Mr. Stork" The Sportsmen
"Song of the Roustabouts" The King's Men
"Baby Mine" Betty Noyes
"The Clown Song"
(também conhecida como "We're gonna hit the big boss for a raise")
Billy Bletcher, Eddie Holden and Billy Sheets
"Pink Elephants on Parade" The Sportsmen
"When I See an Elephant Fly" Cliff Edwards and the Hall Johnson Choir
"When I See an Elephant Fly" (Reprise) Cliff Edwards and the Hall Johnson Choir
 Brasil (1998)
"Cegonha Vai Chegar" Nadja Daltro, Juliana Franco, Fernanda Cappelli, Márcia Coutinho, Simô Maurício Luz, Augusto Caruso, Deco Fiori & Marcelo Coutinho
"Olha o Trem" Nadja Daltro, Juliana Franco, Fernanda Cappelli, Márcia Coutinho, Simô Maurício Luz, Augusto Caruso, Deco Fiori & Marcelo Coutinho
"Canção dos Trabalhadores" Nadja Daltro, Juliana Franco, Fernanda Cappelli, Márcia Coutinho, Simô Maurício Luz, Augusto Caruso, Deco Fiori & Marcelo Coutinho
"Filho Meu" Regina Elena Mesquita
"Elefantes Rosas" Nadja Daltro, Juliana Franco, Fernanda Cappelli, Márcia Coutinho, Simô Maurício Luz, Augusto Caruso, Deco Fiori & Marcelo Coutinho
"Ao Ver Elefante Voar" Cláudio Galvan, Clécio Souto, Guilherme Briggs, Luiz Feier Motta & Isaac Schneider
"Ao Ver Elefante Voar" (Reprise) Cláudio Galvan, Clécio Souto, Guilherme Briggs, Luiz Feier Motta, Isaac Schneider, Nadja Daltro, Juliana Franco, Fernanda Cappelli, Márcia Coutinho, Simô Maurício Luz, Augusto Caruso, Deco Fiori & Marcelo Coutinho

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Apesar do advento da II Guerra Mundial, Dumbo ainda foi o mais bem sucedido financeiramente filme da Disney da década de 1940. Após o seu lançamento em 23 de outubro, Dumbo provou ser um milagre financeiro em comparação com outros filmes da Disney. O filme custou apenas 950.000 dólares para produzir,[8] sendo metade do custo da Branca de Neve, menos de um terço do custo de Pinóquio, e certamente menos do que o caro Fantasia. Dumbo, eventualmente, arrecadou 1,6 milhões dólares americanos durante o seu lançamento original.[9] O filme foi relançado nos cinemas em 1949, 1959, 1972 e 1976. No Brasil foi lançado em 17 de novembro de 1941 e em Portugal foi lançado em 30 de novembro de 1942.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Os comentários sobre o filme em sua versão inicial foram bastante positivos. Variety disse que Dumbo era "uma pequena história agradável, cheio de pathos misturado com os grandes doses de humor, um certo número de apelar novos personagens animais, muita música boa, e a habilidade da Disney habitual na técnica".[10] Cecilia Ager, redatora do jornal PM, chamou o filme de Dumbo de "o mais bonito e o mais amável da Disney até agora",[10] e Bosley Crowther, crítico de cinema do The New York Times, disse que o filme era "o mais genial, o mais simpático, o mais completamente precioso filme dos desenhos animados de sempre a emergir dos pincéis mágicas de milagrosos artistas da Walt Disney".[10] TIME respondeu à recepção do filme com planos para nomear o personagem como o seu "Animal do Ano" (uma brincadeira com seu relatório anual "Homem/Pessoa do Ano"), com uma aparição na capa da revista de 29 de dezembro de 1941.[10] No entanto, o ataque a Pearl Harbor em 7 de dezembro do mesmo ano mudou o ciclo de notícias para longe de Dumbo, embora o ensaio previamente planejado sobre o filme, com uma introdução mais adequado, apareceu na seção "Cinema" da edição de 29 de dezembro.[10]

Hoje, o filme mantém uma classificação de 97% de aprovação por críticos no Rotten Tomatoes.[11] O crítico de cinema Leonard Maltin descreveu-o como "um dos mais charmosos filmes de animação da Walt Disney".[12] Em 2011, a TIME nomeou-o um dos "Os 25 Melhores Filmes de Animação de Todo o Tempo".[13]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Este foi um dos primeiros dos desenhos animados da Disney a ser transmitido pela televisão, embora severamente editado, na televisão, como parte da série da "Walt Disney anthology television series". No Brasil foi transmitido pelo canal SBT em 1998 com uma dublagem exclusiva encomendada pelo canal, sendo então a quarta e última dublagem brasileira.

Home Video[editar | editar código-fonte]

Dumbo, junto com Alice no País das Maravilhas, foi o primeiro da Disney de filmes de animação a ser lançado em home video. O filme foi lançado originalmente em 26 de junho de 1981 em VHS e Betamax, seguido por um lançamento Laserdisc em junho de 1982 e, em seguida, mais uma vez em VHS e Betamax como parte do lançamento Walt Disney Video Collection Classics em 3 de dezembro de 1985.

O filme foi, em seguida, remasterizado em 1986 e 1989 e lançado em VHS e Laserdisc como um "50th Anniversary Edition" de Dumbo em 12 de julho de 1991. Foi novamente relançado em VHS e Laserdisc em 28 de outubro de 1994 como uma parte da coleção Walt Disney Masterpiece. Em 2001, foi lançado em VHS e pela primeira vez em DVD como parte da "60th Anniversary Special Edition" (Edição de 60º Aniversário no Brasil). Em 2006, uma nova edição chamada de "Big Top Edition" do filme foi lançada em DVD, seguido por um lançamento "UK Special Edition" na Inglaterra em maio de 2007.

A "70th Anniversary Edition" (Edição de 70º Aniversário no Brasil e Edição Especial 70º Aniversário em Portugal) do filme foi lançado nos Estados Unidos em 20 de setembro de 2011. A "70 Anniversary Edition" foi produzido em dois pacotes diferentes: uma incluindo o Blu-ray com DVD e um DVD de um disco. O filme também foi lançado em formato de download digital. Todas as versões do "70 Anniversary Edition" contém cenas deletadas e vários bônus.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Cerimônia Categoria Resultado[14]
1941 Oscar Oscar de melhor trilha sonora Venceu
Oscar de melhor canção original
(Pela canção "Baby Mine")
Indicado
Festival de Cannes Melhor design de animação Venceu

Legado[editar | editar código-fonte]

Listas[editar | editar código-fonte]

Listas da American Film Institute

Remake em live-action[editar | editar código-fonte]

Em 8 de julho de 2014, foi anunciado que um remake de Dumbo em live-action estava em desenvolvimento. Ehren Kruger foi confirmado como o roteirista e Justin Springer servirá como produtor junto com Kruger.[19] Em 10 de março de 2015, Tim Burton foi anunciado como o diretor.[20]

Referências

  1. The Mysterious Dumbo Roll-A-Book MichaelBarrier.com. Visitado em 12 de abril de 2015.
  2. a b Comentário de John Canemaker no DVD de Dumbo lançado em 2007.
  3. TCM's Leading Ladies, 'Dumbo' at the El Capitan boxofficemojo.com. Visitado em 12 de abril de 2015.
  4. Taking Flight: The Making of Dumbo-Dumbo, DVD lançado em 2011.
  5. Hollywood Cartoons : American Animation in Its Golden Age. [S.l.: s.n.]. ISBN 9780198020790
  6. A Look Inside the Creation of Lilo and Stitch Movies.ign.com (19 de junho de 2002).
  7. Dumbo (Soundtrack from the Motion Picture) by Various Artists iTunes Store.
  8. Dumbo (1941) - Box Office Mojo Box Office Mojo. Visitado em 12 de abril de 2015.
  9. Barrier, 318
  10. a b c d e The Timely "Dumbo": Almost a Cover Boy The Walt Disney Family Museum. Visitado em 12 de abril de 2015.
  11. Awards 1947 : Competition Festival-Cannes. Visitado em 12 de abril de 2015.
  12. Maltin, Leonard. (2008). "Leonard Maltin's 2009 Movie Guide", p390. Plume.
  13. The 25 All-TIME Best Animated Films - Dumbo TIME. Visitado em 12 de abril de 2015.
  14. Dumbo - Awards IMDb. Visitado em 12 de abril de 2015.
  15. AFI's 100 Years...100 Songs Nominees (PDF).
  16. AFI's Greatest Movie Musicals Nominees (PDF).
  17. AFI's 100 Years...100 Cheers Nominees (PDF).
  18. AFI's 10 Top 10 Ballot American Film Institute Afi.com.
  19. Live-Action 'Dumbo' in the Works From 'Transformers' Writer The Hollywood Reporter (8 de julho de 2014).
  20. Tim Burton será o diretor de nova versão de Dumbo Correio Braziliense. Visitado em 12 de abril de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Fantasia
Lista de filmes de animação da Disney
1940
Sucedido por
Bambi
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o