The Many Adventures of Winnie the Pooh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Many Adventures of Winnie the Pooh
As Extra Aventuras de Winnie the Pooh (PT)
As Muitas Aventuras do Ursinho Puff (BR)
 Estados Unidos
1977 •  cor •  74 min 
Direção John Lounsbery
Wolfgang Reitherman
Produção Wolfgang Reitherman
Roteiro Larry Clemmons
Ralph Wright
Vance Gerry
Xavier Atencio
Ken Anderson
Julius Svendsen
Ted Berman
Eric Cleworth
Baseado em Winnie-the-Pooh
de A. A. Milne
Narração Sebastian Cabot
Elenco Sterling Holloway
John Fiedler
Junius Matthews
Paul Winchell
Howard Morris
Bruce Reitherman
Jon Walmsley
Timothy Turner
Gênero Animação
Música Richard M. Sherman
Robert B. Sherman
Buddy Baker
Edição Tom Acosta
James Melton
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Pictures
Distribuição Buena Vista International
Lançamento 11 de março de 1977 (Estados Unidos)
5 de dezembro de 1977 (Brasil)
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Many Adventures of Winnie the Pooh (Puff - O Ursinho Guloso como seu primeiro título no Brasil, As Muitas Aventuras do Ursinho Puff como seu segundo título no Brasil e As Extra Aventuras de Winnie the Pooh em Portugal) é um filme norte-americano do gênero animação lançado pela Disney em 1977, baseado no livro Winnie-the-Pooh de A. A. Milne. É o 22º filme da lista de clássicos da Disney, sendo lançado em 11 de março de 1977 nos Estados Unidos e em 5 de dezembro de 1977 no Brasil.

Foi gerado diversas sequências com os personagens do filme, além de programas de televisão, roupas, livros e brinquedos. Dentre as sequências lançadas, estão "The Tigger Movie", "Piglet's Big Movie", "Pooh's Heffalump Movie" e "Winnie the Pooh". Também inspirou uma atração de mesmo nome nos parques Disneyland, Walt Disney World e Hong Kong Disneyland. Tem uma atração mais elaborada no parque Tokyo Disneyland, inspirada no mesmo filme e com o nome de "Pooh's Hunny Hunt".[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O conteúdo do filme é derivado de três curtas animados lançados anteriormente em que Walt Disney produziu com base nos livros de Winnie-the-Pooh de A. A. Milne: Winnie the Pooh and the Honey Tree (1966), Winnie the Pooh and the Blustery Day (1968) e Winnie the Pooh and Tigger Too (1974). Foi criado um conteúdo extra para juntar os três curtas, fundindo uma história a outra.

Um quarto curto com menos tempo de duração em relação aos três anteriores, foi adicionado para o encerramento do filme. Foi baseado no capítulo final de The House at Pooh Corner, onde Christopher Robin tem que sair do Bosque dos Cem Acres pois estará começando a ir a escola. Nele, Christopher Robin e Pooh discutir o que gostam de fazer juntos e o menino pede ao seu urso que prometa se lembrar dele e que mantenha algumas das memórias vivas de seu tempo juntos. Pooh concorda em fazê-lo e o filme termina com o narrador dizendo que onde quer que Christopher Robin vai, Pooh estará sempre esperando por ele.

Curta lançado mais tarde[editar | editar código-fonte]

Seis anos após o lançamento de The Many Adventures of Winnie the Pooh, a Disney encomendou um quarto curta baseado nas histórias. Winnie the Pooh and a Day for Eeyore estreou nos cinemas em 11 de março de 1983, mas nunca foi ligado aos curtas anteriores.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Winnie the Pooh (Ursinho Puff), dublado por Sterling Holloway . No Brasil foi dublado por Geraldo Alves.
  • Piglet (Bacorrinho ou Leitão), dublado por John Fiedler. No Brasil foi dublado por Cleonir dos Santos.
  • Rabbit (Abel), dublado por Junius Matthews. No Brasil foi dublado por Magalhães Graça.
  • Tigger (Tigrão), dublado por Paul Winchell nos Estados Unidos e dublado por Aloysio de Oliveira no Brasil.
  • Christopher Robin (Paulo Roberto ou Cristóvão), dublado por Bruce Reitherman. No Brasil foi dublado por Paulo Scarpallo.
  • Gopher (Roque-Roque), dublado por Howard Morris. No Brasil foi dublado por Marco Antônio Costa.
  • Eeyore (Quiasno ou Bisonho), dublado por Ralph Wright. No Brasil foi dublado por Domício Costa.
  • Owl (Corujão), dublado por Hal Smith. No Brasil foi dublado por Amaury Costa.
  • Roo (Guru), dublado por Client Howard. No Brasil foi dublado por Irene Cruz.
  • Kanga (Can), dublado por Barbara Luddy. No Brasil foi dublado por Maria Helena Pader.

Produção[editar | editar código-fonte]

The Many Adventures of Winnie the Pooh é o último filme da Disney em que Walt Disney teve envolvimento pessoal, uma vez que um dos curtas ((Winnie the Pooh and the Honey Tree) foi lançado enquanto estava vivo, ele estava envolvido na produção do curta Blustery Day. Sempre foi a intenção Walt Disney criar um filme, mas ele decidiu fazer curtas para obter um conhecimento público dos Estados Unidos com os personagens. Todos os três curtas, bem como os futuros filmes da franquia, contém canções clássicas dos Irmãos Sherman, incluindo "Winnie the Pooh" e "The Wonderful Thing About Tiggers".

Para o personagem Piglet, gestos e outros movimentos foram usadas pelos animadores para criar expressividade, já que ele e Pooh tinham a aparência de bonecos ou bichos de pelúcia.[2] A cena em que Rabbit tem que lidar com Pooh sendo uma decoração de sua casa não está no livro original, porém teria sido contemplada por Walt Disney quando ele leu o livro pela primeira vez.[3]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O crítico de cinema Leonard Maltin chamou os curtas originais de Pooh de "gemas". Ele também observou que a obra de arte se assemelha as ilustrações de livros e que a duração particular destes curtas significava que os cineastas não têm de "comprimir ou prolongar o seu roteiro."[4] Ruth Colina Viguers, mencionou que Winnie the Pooh da Disney, juntamente com várias outras adaptações da Disney, tem "destruído a integridade dos livros originais."[5] O filme possui uma classificação de 92% por críticos no Rotten Tomatoes.[6]

O American Film Institute nomeou The Many Adventures of Winnie the Pooh para a sua lista Top 10 Filmes de Animação.[7]

Home video[editar | editar código-fonte]

The Many Adventures of Winnie the Pooh foi lançado em VHS, Betamax, CED videorecord em laserdisc no início de 1980. Em 1996, foi relançado em VHS como parte da coleção Masterpiece e incluiu imagens de vídeo do making off que foi exibido antes do filme começar. Foi lançado em DVD pela primeira vez em 2002 em seu 25º aniversário, com o título de 25th Anniversary Edition. Para o DVD houve restauração digital de imagem e som. Os curtas também foram lançados separados em VHS durante a década de 1990.

O DVD da edição de 25º aniversário inclui os bônus, "The Many Adventures of Winnie the Pooh: A História por Trás da Obra-prima", que documenta a história dos livros e suas adaptações para o cinema. Ele também apresenta entrevistas com animadores Ollie Johnston, Frank Thomas e Burny Mattinson, assim como os Irmãos Sherman, Paul Winchell, entre outros. O revisor Shannon Muir da Digital Media FX afirmou que a qualidade de áudio e vídeo do filme sobre este DVD foi muito elevada.[8]

O filme foi relançado em 19 de junho de 2007 em DVD na edição "Friendship Edition". Todos os bônus e restauração da edição de 25º aniversário foram recicladas. A única novidade dessa edição é um episódio da série computadorizada My Friends Tigger & Pooh. O relançamento do DVD coincidiu com o 30º aniversário do lançamento do filme.[9]

Foi lançado em blu-ray pela primeira vez em 27 de agosto de 2013, juntamente com terceiro relançamento do DVD.[10]

Winnie the Pooh Storybook Classics foi lançado em VHS em todo o mundo em 1994. Inclui os curtas Winnie the Pooh and the Honey Tree (4 de fevereiro de 1966), Winnie the Pooh and the Blustery Day (20 de dezembro de 1968), Winnie the Pooh and Tigger Too! (20 de dezembro 1974) e Winnie the Pooh and a Day for Eeyore (11 de março 1983).

No Brasil, o VHS foi lançado sob o título de "Puff - O Ursinho Guloso", lançado pela Abril Vídeo. O filme não foi lançado em DVD ou blu-ray no Brasil, assim como o clássico Música, Maestro!.

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Lista de histórico de lançamento de The Many Adventures of Winnie the Pooh nos cinemas.[11]

Canções[editar | editar código-fonte]

Sequências[editar | editar código-fonte]

Walt Disney Pictures lançou uma sequência, Winnie the Pooh em 15 de abril de 2011 no Reino Unido, 5 de maio de 2011 em Portugal, 8 de julho de 2011 no Brasil e 15 de julho de 2011 nos Estados Unidos.

Referências

  1. Pooh's Hunny Hunt Tokyo Disneyland. Visitado em 18 de março de 2015.
  2. Thomas, Frank. Disney Animation: The Illusion of Life. [S.l.]: Abbeville Press, 1981. 448 p. ISBN 0-89659-232-4
  3. Davidson, Bill. Walt Disney: Conversations. [S.l.]: University Press of Mississippi, 2006. 128 p. ISBN 1-57806-712-X
  4. Maltin, Leonard. Of Mice and Magic: A History of American Animated Cartoons. [S.l.]: New American Library, 1987. 76 p. ISBN 0-452-25993-2
  5. Viguers, Ruth Hill. A Critical History of Children's Literature. [S.l.]: Macmillan Publishing co., 1969. 412 p. ISBN 0-02-583900-4
  6. Many Adventures of Winnie the Pooh (1977) Rotten Tomatoes. Visitado em 18 de março de 2015.
  7. AFI's 10 Top 10 Ballot
  8. DVD Review of The Many Adventures of Winnie the Pooh - 25th Anniversary Edition Digital Media FX.
  9. [1]
  10. http://www.amazon.com/Many-Adventures-Winnie-Pooh-Blu-ray/dp/B00CMY3K5O/ref=sr_1_4?s=movies-tv&ie=UTF8&qid=1367680347&sr=1-4&keywords=the+many+adventures+of+winnie+the+pooh
  11. Puff - O Ursinho Guloso (1977) - Release Info IMDb. Visitado em 18 de março de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]