A Dama e o Vagabundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lady and the Tramp
A Dama e o Vagabundo (PT/BR)
Pôster original do filme.
 Estados Unidos
1955 • cor • 75 minutos 1 hora e 15 minutos min 
Direção Clyde Geronimi
Wilfred Jackson
Hamilton Luske
Produção Walt Disney
Roteiro Joe Grant
Ward Greene (livro)
Erdman Penner
Joe Rinaldi
Ralph Wright
Don DaGradi
Elenco Peggy Lee
Barbara Luddy
Larry Roberts
Bill Thompson
Bill Baucom
Stan Freberg
Verna Felton
Alan Reed
George Givot
Dallas McKennon
Lee Millar
The Mellomen
Género Animação
Idioma Inglês
Música Oliver Wallace
Edição Don Halliday
Estúdio Walt Disney Pictures
Distribuição Buena Vista Distribution
Cronologia
Último
Último
Lady and the Tramp II: Scamp's Adventure (2001)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

A Dama e o Vagabundo (no original em inglês: Lady and the Tramp) é um filme americano de animação produzido pela Disney em 1955 e baseado em conto do autor Ward Greene.

É o décimo-quinto longa-metragem de animação dos estúdios Disney e foi lançado nos cinemas em 22 de Junho de 1955. O filme foi dirigido por Clyde Geronimi, Wilfred Jackson e Hamilton Luske e produzido por Walt Disney. A Dama e o Vagabundo é o primeiro filme animado fimado em Widescreen pela CinemaScope.[1]

Possui uma sequência, Lady and the Tramp II: Scamp's Adventure de 2001.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Uma aristocrata conhecida como "Querida" ganha do seu esposo, Jim "Querido" uma cadelinha da raça Cocker Spaniel americano, a quem dá o nome de Lady. O animal cresce e passa a ser uma cadela com pedigree. Enquanto isso, Vagabundo é um cachorro de rua, sem raça que conta com a sua astúcia e os seus amigos para sobreviver. "Querida" fica grávida e, com isso, Lady passa a se sentir em segundo plano. Amparada pelos amigos fiéis Caco e Joca, ela tenta se confortar com a nova fase de sua vida – justamente quando Vagabundo cruza sua vida. Até que Lady conhece o bebê e assim recebe de volta seu tratamento, amando o mesmo. Um dia, Jim e a sua esposa viajam, deixando "Tia Sarah", dona de dois gatos malvados, tomando conta do bebê. Lady fica na sala, com seus arteiros gatos siameses, Si e Ão. Os gatos fazem uma grande confusão e culpam a cadela. Quando Tia Sarah vai levá-la para colocar uma focinheira, Lady foge e se perde na cidade e vai depender de Vagabundo para ajudá-la a voltar para os seus donos humanos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco
Personagem Dublagem EUA Dublagem Brasil 1955 Dublagem Brasil 2012 Dobragem Portugal
Dama/Lady Barbara Luddy Selma Lopes Andrea Murucci (diálogos)
Nanná Tribuzy (canções)
Paula Fonseca
Vagabundo/The Tramp Larry Roberts Aloysio de Oliveira Felipe Grinnan Carlos Macedo
Tia Sarah Verna Felton Estelita Bell Geisa Vidal Informação não disponível
Querida Peggy Lee Sônia Barreto Cláudia Netto Informação não disponível
Joca Bill Thompson Magalhães Graça Mauro Ramos Pedro Pinheiro
Bull/Dachsie/Joe Informação não disponível Isaac Schneider José Martins
Caco / Truta Bill Baucom Luiz Motta Orlando Drummond José Raposo
Castor/The Beaver Stan Freberg Orlando Drummond Cardoso Sérgio Stern Informação não disponível
Boris Alan Reed Informação não disponível Renato Rabello Paulo Oom
Tony George Givot Castro Gonzaga Pietro Mário (diálogos)
Mauricio Luz (canções)
Informação não disponível
Jim Querido/Jim Dear Lee Millar Ênio Santos Mário Cardoso Informação não disponível
Toughy Dallas McKennon Informação não disponível Informação não disponível Sérgio Silva
Pedro Informação não disponível Informação não disponível André Maia
Si/Am Peggy Lee Informação não disponível Kacau Gomes/Marya Bravo Carla de Sá
Peg Informação não disponível Luiza Thire (diálogos)
Marina Baptista (canções)
Isabel Ribas (diálogos)
Rita Guerra (canções)

Créditos da dublagem brasileira 1955:
Tradução e direção: Aloysio de Oliveira
Texto: Orlando Lins

Créditos da dublagem brasileira 2012:
Direção: Mauricio Seixas
Estúdio: Double Sound
Mídia: DVD, blu-ray, download digital e exibição Rede Globo
Outras vozes: Carlos Seidl, Christiano Torreão, Iara Riça, Marcelo Coutinho, Paulo Flores, Mauricio Seixas, Renato Rosenberg.

Produção[editar | editar código-fonte]

Música[editar | editar código-fonte]

Lady and the Tramp
Trilha sonora de Vários artistas
Gênero(s) Trilha sonora
Duração 48:00
Gravadora(s) Walt Disney Records
Produção Ted Kryczko
Cronologia de Walt Disney Animation Studios
Último
Último
Peter Pan
(1953)
A Bela Adormecida
(1995)
Próximo
Próximo

A trilha sonora do filme foi lançada em LP em 22 de Junho de 1955. Ela foi re-lançada em 16 de Setembro de 1997 e em 2006 com faixas remasterizadas. A gravadora foi a Walt Disney Records. A instrumental da trilha sonora foi composta por Oliver Wallace, Peggy Lee, o coral do estúdio Disney e "Home Sweet Home".

Em 1970, foi lançado o LP de "A Dama e o Vagabundo" como parte da coletânea "Estorinhas de Walt Disney" no Brasil, sob o selo da "Abril Cultural". O LP contém as músicas do filme de Walt Disney, direção artística de Cazarré, adaptação de Edy Lima e é narrado por Ronaldo Batista, com participação do elenco RCA. Em 1975, uma trilha sonora do filme foi lançada pela "Disneyland Records" em formato de LP com o título de "Estória e Canções da Trilha Sonora do Filme 'A Dama e o Vagabundo'", com narração por Aloysio de Oliveira. Em 1987, a trilha sonora foi relançada em LP e fita cassete no Brasil sob o selo da "Disneylândia Discos" com o título "Lady e o Vagabundo", dessa vez sem a narração presente nas outras edições lançadas no Brasil.[2]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Versão original[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Main título (Bella Notte) / The Wag of a Dog's Tail"   2:03
2. "Peace on Earth (Silent Night)"   1:01
3. "It Has a Ribbon / Lady to Bed / A Few Mornings Later"   3:53
4. "Sunday / The Rat / Morning Paper"   1:44
5. "A New Blue Collar / Lady Talks To Jock & Trusty / It's Jim Dear"   3:17
6. "What a Day! / Breakfast at Tony's"   1:05
7. "Warning / Breakout / Snob Hill / A Wee Bairn"   2:44
8. "Countdown to B-Day"   2:05
9. "Baby's First Morning / What Is a Baby / La La Lu"   3:11
10. "Going Away / Aunt Sarah"   1:51
11. "The Siamese Cat Song / What's Going on Down There?"   2:35
12. "The Muzzle / Wrong Side of the Tracks"   1:54
13. "You Poor Kid / He's Not My Dog"   1:23
14. "Through the Zoo / A Log Puller"   1:59
15. "Footloose and Collar-Free / A Night at the Restaurant / Bella Notte"   4:22
16. "It's Morning / Ever Chase Chickens / Caught"   2:51
17. "Home Sweet Home"   1:30
18. "The Pound"   1:27
19. "What a Dog / He's a Tramp"   2:24
20. "In the Doghouse / The Rat Returns / Falsely Accused / We've Got to Stop That Wagon / Trusty's Sacrifice"   6:05
21. "Watch the Birdie / Visitors"   2:05
22. "Finale (Peace on Earth)"   0:31
Duração total:
48:00

Versão brasileira[editar | editar código-fonte]

Lista de faixas da trilha sonora lançada no Brasil em 1987.[2]

LADO A

  1. Tema de Lady
  2. O Que é um Bebê?
  3. La-la-lu
  4. Canção dos Gatos Siameses

LADO B

  1. Tema de Lady
  2. Bela Noite
  3. Lar Doce Lar
  4. Ele é um Vagabundo

Canções no filme
Lista de canções e intérpretes da dublagem brasileira de 2012:

  • "Bella Notte": Mauricio Luz e Marcelo Coutinho
  • "Paz na Terra": Marcelo Coutinho
  • "O Que é um Bebê": Nanna Tribuzzy
  • "La La Lu": Claudia Netto
  • "Canção dos Gatos Siameses": Kacau Gomes e Marya Bravo
  • "Infiel": Marina Baptista

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

BAFTA 1956 (Reino Unido)

  • Indicado na categoria de melhor filme de animação.

Prêmio David di Donatello 1956 (Itália)

  • O prêmio David foi concedido a Walt Disney.

Satellite Awards 2006 (EUA)

  • O filme foi indicado na categoria melhor DVD jovem.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Apesar de algumas críticas negativas, o filme foi um grande sucesso de bilheteria quando lançado em 1955, tornando-se um dos filmes de animação mais populares com o público.

A Dama e o Vagabundo foi lançado nos cinemas dos EUA em 22 de Junho de 1955 e foi re-lançado nos anos de 1962, 1971, 1980 e 1986; no Brasil foi lançado em 24 de Junho de 1955; em Portugal foi lançado em 28 de Setembro do mesmo ano.

Foi lançado pela primeira vez em VHS em 1987 nos EUA e em 1998 foi relançado também em VHS pela coleção Walt Disney Masterpiece Collection. No ano de 1999 o filme foi lançado pela primeira vez em DVD e em 28 de Fevereiro de 2006 foi re-lançado na Edição Platinum com DVD duplo remixado com som 5.1 Disney Enhanced Home Theater Mix.

No Brasil o longa foi lançado 2 vezes em vídeo em 1991 e em 1997 pela Abril Vídeo. Foi lançado 2 vezes em DVD, em 2000 e em 2006 com a Buena Vista Home Entertainment e Walt Disney Home Entertainment (Edição Especial). Também foi relançado em Disney DVD e pela primeira vez em Disney Blu-ray em 18 de janeiro de 2012.

Referências

  1. Finch, Christopher. The Art of Walt Disney. [S.l.: s.n.], 2004. 234–244 pp. ISBN 0810927020
  2. a b A Dama e o Vagabundo (1955) Trilhas Sonoras da Disney no Brasil. Visitado em 05/10/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Peter Pan
Lista de filmes de animação da Disney
1950
Sucedido por
A Bela Adormecida