Bafo de Onça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


João Bafo de Onça
O personagem
Língua original Inglês
Morada Várias
Idade 45
Falecimento n/a
Origem  Estados Unidos
Sexo masculino
Espécie gato
Amigo(s) Mancha Negra
Dublagem Brasil Antônio Moreno
Brasil Mauro Ramos
Portugal Luís Marcarenhas
Filme(s) A Goofy Movie (1995), O Conto de Natal do Mickey (1983) e Mickey, Donald, Goofy: The Three Musketeers (2004)
Série Turma do Mickey
Primeira aparição Alice Solves the Puzzle (1925)
Última aparição Mickey, Donald, Goofy: The Three Musketeers (2004)
Projecto Banda desenhada  · Portal Disney

João Bafo de Onça (abreviado Bafo; em Portugal: Pete Bafo de Onça; no original: Black Pete/Pete) é um personagem dos quadrinhos e desenhos animados de Walt Disney. É mais conhecido como arqui-inimigo do rato Mickey e como ladrão de bancos, ora enfrentando Mickey e ora o Pato Donald e Tio Patinhas. Junto com o Mancha Negra, os Irmãos Metralha e outros, compõe a vilania de Patópolis. Bafo ainda é casado com Tudinha e seu parceiro em alguns roubos é o Escovinha. Aparece em vários desenhos do Pato Donald como antagonista antipático.

Bafo surgiu em 1925, no filme de animação feito por Walt Disney, Alice Solves the Puzzle. Em 1927 passa a vilão contracenando com o Coelho Osvaldo. No ano seguinte, já enfrentava Mickey como seu chefe maligno em Steamboat Willie.

Bafo de Onça, inicialmente, era um urso, passando a ser um gato, em 1928.[carece de fontes?] É também o personagem em contínuo, mais antigo da Disney.

Em A Turma do Pateta, Bafo não é vilão, é um vizinho de Pateta, casado com Peg e tendo os filhos PJ (Pete Junior) e Matraca.

Fora os desenhos e histórias, Bafo foi mascote da Marinha Mercante americana durante a Segunda Guerra Mundial e foi vilão nos videogames Mickey Mousecapade, Disney's Magical Quest, Mickey Mania, World of Illusion e Kingdom Hearts II

Primeiras histórias[editar | editar código-fonte]

Os primeiros quadrinhos com o Bafo de Onça foram "Death Valley", publicados nos EUA em 1 de abril de 1930. Esta história foi publicada no Brasil na revista "Mestres Disney" 3, em 2005, com o título "O Vale Da Morte".[1]

Já a primeira história criada no Brasil foi "O Elefante Destrombado", publicada na revista "Zé Carioca" 971, de 1970.[2]

O verdadeiro nome do Bafo é Clodovil P. Pedrosa.[3]

Nomes em outros idiomas[4] [editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Inducks. Página visitada em 3/1/2011.
  2. O Elefante Destrombado. Inducks. Página visitada em 3/1/2011.
  3. EsquiloScans. Página visitada em 9/8/2013.
  4. Inducks. João Bafo de Onça. Página visitada em 3/1/2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bafo de Onça