Harry S. Truman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Harry Truman)
Ir para: navegação, pesquisa
Harry S. Truman
33º presidente dos Estados Unidos Estados Unidos
Mandato 12 de abril de 1945
a 20 de janeiro de 1953
Vice-presidente Nenhum (1945–1949)
Alben W. Barkley (1949–1953)
Antecessor(a) Franklin D. Roosevelt
Sucessor(a) Dwight D. Eisenhower
34º vice-presidente dos Estados Unidos Estados Unidos
Mandato 20 de janeiro de 1945
a 12 de abril de 1945
Presidente Franklin D. Roosevelt
Antecessor(a) Henry A. Wallace
Sucessor(a) Alben W. Barkley
Senador dos Estados Unidos por Missouri
Mandato 3 de janeiro de 1935
a 17 de janeiro de 1945
Antecessor(a) Roscoe C. Patterson
Sucessor(a) Frank P. Briggs
Vida
Nascimento 8 de maio de 1884
Lamar, Missouri,
 Estados Unidos
Morte 26 de dezembro de 1972 (88 anos)
Kansas City, Missouri,
 Estados Unidos
Progenitores Mãe: Martha Ellen Young
Pai: John Anderson Truman
Dados pessoais
Esposa Bess Wallace (1919–1972)
Partido Democrata
Religião Convenção Batista do Sul
Profissão Empresário e fazendeiro
Assinatura Assinatura de Harry S. Truman
Serviço militar
Serviço/ramo Guarda Nacional do Missouri
Exército dos Estados Unidos
Reserva do Exército dos Estados Unidos
Anos de serviço 1905–1911
1917–1919
1920–1953 (reserva)
Graduação Major
Coronel (reserva)
Comandos Bateria D, 129º Arilharia de Campo, 60º Brigada, 35º Divisão de Infantaria
Batalhas/guerras Primeira Guerra Mundial

Harry S. Truman (Lamar, 8 de maio de 1884Kansas City, 26 de dezembro de 1972) foi o 33º presidente dos Estados Unidos. O último running mate de Franklin D. Roosevelt em 1944, Truman chegou à presidência em 12 de abril de 1945 após a morte de Roosevelt. Em sua presidência, os EUA terminaram a Segunda Guerra Mundial; a tensão com a União Soviética cresceu após o conflito, iniciando a Guerra Fria.

Truman nasceu no Missouri, passando a maior parte de sua infância na fazenda da família. Durante a Primeira Guerra Mundial, ele serviu na França com a Guarda Nacional como oficial da artilharia. Depois da guerra, Truman foi dono de uma retrosaria antes de juntar-se ao Partido Democrata. Seu primeiro cargo público foi de oficial do condado, e em 1934 ele foi eleito Senador dos Estados Unidos. Ele ganhou proeminência nacional ao chefiar o Comitê Truman, que expôs gastos, fraudes e corrupção nos contratos de guerra governamentais.

Apesar da Alemanha Nazista ter-se rendido algumas semanas após Truman ter assumido a presidência, esperava-se que a guerra contra o Japão durasse mais um ano. Sua decisão de usar armas nucleares contra o Japão acelerou o fim do conflito, mas permanece controversa até hoje. Sua presidência foi um ponto de virada nas relações exteriores, com os Estados Unidos apoiando uma política internacionalista junto com seus aliados europeus. Trabalhando próximo do Congresso, Truman ajudou na fundação das Nações Unidas, emitiu a Doutrina Truman contra o comunismo, e aprovou o Plano Marshall de US$ 12 bilhões para reconstruir a Europa. A aliança com a União Soviética durante a guerra transformou-se em oposição nos tempos de paz. Ele supervisionou a Ponte Aérea de Berlim em 1948 e a criação da OTAN em 1949. Quando a Coreia do Norte comunista invadiu a Coreia do Sul em 1950, Truman imediatamente enviou tropas norte-americanas e conseguiu apoio da ONU para iniciar a Guerra da Coreia. Após um sucesso inicial, as forças da ONU foram repelidas por uma intervenção chinesa e o conflito ficou em impasse durante os últimos anos de sua presidência.

A corrupção em sua administração, que foi ligada a alguns membros do seu gabinete na Casa Branca, foi o principal ponto de discussão na eleição presidencial de 1952, em que Adlai Stevenson II, sucessor de Truman como candidato democrata, foi derrotado por Dwight D. Eisenhower. Avaliações populares e acadêmicas de sua presidência foram inicialmente negativas, porém acabaram ficando mais positivas após Truman ter-se aposentado da política. Ele faleceu em dezembro de 1972 em Kansas City.

Início de vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Infância[editar | editar código-fonte]

Harry S. Truman nasceu no dia 8 de maio de 1884 em Lamar, Missouri, o filho mais velho de John Anderson Truman e Martha Ellen Young Truman. Seus pais escolheram o nome Harry em homenagem ao seu tio materno, Harrison "Harry" Young.[1] Eles escolheram "S" como sua inicial do meio para agradar os avôs, Anderson Shipp Truman e Solomon Young. O "S" não era abreviatura de nada, e era uma prática comum entre os escoceses-irlandeses.[2] [3] Seu irmão, John Vivian, e sua irmã, Mary Jane, nasceram em 1886 e 1889, respectivamente.[4]

John Truman era um fazendeiro e um negociante de gado. A família viveu em Lamar até Harry Truman ter dez anos de idade, mudando-se para uma fazenda perto de Harrisonville. Em seguida eles foram para Belton, e depois para a propriedade de seus avôs em Grandview.[5] Seus país se mudaram para Independence quando Truman tinha seis anos para que ele pudesse entrar em uma escola da igreja presbiteriana. Truman começou a estudar em uma escola normal apenas aos oito anos de idade.[6]

Truman, quando criança, se interessava em música, leitura e história, todos encorajados por sua mãe, com quem era muito próximo – como presidente, ele frequentemente pediu conselhos políticos e pessoais para ela.[7] Ele levantava todo dia às cinco da manhã para praticar o piano, estudando duas vezes por semana até chegar aos quinze anos.[8] Truman compareceu a Convenção Nacional Democrata de 1900 em Kansas City;[9] seu pai e muitos de seus amigos eram ativos membros do Partido Democrata e ajudaram Truman a formar suas posições políticas.[10]

Depois de se formar em 1901 na Independence High School (atual William Chrisman High School), Truman trabalhou como cronometrista na Santa Fe Railway, dormindo em acampamentos de hobos ao longo das linhas.[11] Ele em seguida trabalhou em vários empregos como atendente, também trabalhando brevemente na sala de correspondência do jornal The Kansas City Star. Ele voltou para a fazenda de Grandview em 1906, permanecendo lá até entrar no exército em 1917.[12] Durante esse periódo, ele namorou e pediu Bess Wallace em casamento em 1911. Ela recusou o pedido. Truman afirmou que queria ganhar mais dinheiro do que um fazendeiro ganhava antes de pedi-la em casamento novamente.[13]

Truman é o mais recente presidente dos EUA a não ter um diploma universitário. Quando seus amigos de escola entraram na faculdade em 1901, Truman se matriculou na Spalding's Commercial College, uma escola de negócios de Kansas City, porém ficou lá apenas por um semestre. Entre 1923 e 1925 ele teve cursos nortunos para conseguir um diploma em direito na Kansas City Law School, porém saiu depois de perder seu emprego no governo.[14]

Referências

  1. McCullough 1992, pp. 24, 37
  2. McCullough 1992, p. 37
  3. Use of the Period After the "S" in Harry S. Truman's Name. Harry S. Truman Library & Museum. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  4. McCullough 1992, pp. 27, 37
  5. Birthplace of Harry S. Truman. Harry S. Truman Library & Museum. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  6. McCullough 1992, pp. 37, 77, 1112
  7. Oshinsky 2004, pp. 365–380
  8. McCullough 1992, p. 38
  9. Ferrell 1994, p. 87
  10. Vest, Kathleen (agosto de 1976). Truman's First Democratic Convention. Harry S. Truman Library & Museum. Kansas City Magazine. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  11. Drugstore Clerk at 14 His First Job. Harry S. Truman Library & Museum. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  12. McCullough 1992, pp. 67, 99
  13. McCullough 1992, pp. 78–79
  14. Hamby 1995, pp. 17–18, 135

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ferrell, Robert H.. Harry S. Truman: A Life. Columbia: University of Missouri Press, 1994. ISBN 978-0-8262-1050-0
  • Hamby, Alonzo L.. Man of the People: A Life of Harry S. Truman. Oxford: Oxford University Press, 1995. ISBN 978-0-19-504546-8
  • McCullough, David. Truman. Nova Iorque: Simon & Schuster, 1992. ISBN 978-0-671-86920-5
  • Oshinsky, David. In: Brinkley, Alan; Dyer, Davis. The American Presidency. Boston: Houghton Mifflin, 2004. Capítulo: Harry Truman. , ISBN 978-0-618-38273-6

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um Presidente dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.