Gerald Ford

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gerald Ford
38º presidente dos Estados Unidos Estados Unidos
Período de governo 9 de agosto de 1974
a 20 de janeiro de 1977
Vice-presidente Nenhum (agosto-setembro de 1974)
Nelson Rockefeller (1974–1977)
Antecessor(a) Richard Nixon
Sucessor(a) Jimmy Carter
40º vice-presidente dos Estados Unidos Estados Unidos
Período de governo 6 de dezembro de 1973
a 9 de agosto de 1974
Antecessor(a) Spiro Agnew
Sucessor(a) Nelson Rockefeller
Líder da Minoria na Câmara dos Representantes
Período de governo 3 de janeiro de 1965
a 6 de dezembro de 1973
Antecessor(a) Spiro Agnew
Sucessor(a) Nelson Rockefeller
Membro da Câmara dos Representantes pelo
5º distrito de Michigan
Período de governo 3 de janeiro de 1949
a 6 de dezembro de 1973
Antecessor(a) Bartel J. Jonkman
Sucessor(a) Richard Vander Veen
Vida
Nome completo Leslie Lynch King, Jr.
Gerald Rudolph Ford, Jr.
Nascimento 14 de julho de 1913
Omaha, Nebraska,
 Estados Unidos
Morte 26 de dezembro de 2006 (93 anos)
Rancho Mirage, Califórnia,
 Estados Unidos
Dados pessoais
Alma mater Universidade de Michigan
Yale Law School
Cônjuge Betty Bloomer (1948–2006)
Partido Republicano
Religião Episcopal
Profissão Advogado
Assinatura Assinatura de Gerald Ford
Serviço militar
Serviço/ramo Marinha dos Estados Unidos
Anos de serviço 1942–1946
Graduação Tenente Comandante
Batalhas/guerras Segunda Guerra Mundial

Gerald Rudolph Ford, Jr. (nascido Leslie Lynch King, Jr.; Omaha, 14 de julho de 1913Rancho Mirage, 26 de dezembro de 2006) foi o 38º presidente dos Estados Unidos entre 1974 e 1977, logo após ter servido como o 40º vice-presidente de 1973 a 1974. Ele foi a primeira pessoa a ser nomeada para a vice-presidência sob a Vigésima Quinta Emenda, logo após a renúncia de Spiro Agnew. Quando tornou-se presidente depois da renúncia de Richard Nixon em 9 de agosto de 1974, Ford se transformou na primeira e até hoje única pessoa a ter exercido os cargos de vice-presidente e presidente dos Estados Unidos sem nunca ter sido eleito pelo Colégio Eleitoral. Antes de ser vice-presidente, ele serviu por 25 anos na Câmara dos Representantes pelo 5º distrito de Michigan, oito anos como o Líder da Minoria Republicana.

Enquanto presidente, Ford assinou os Acordos de Helsínquia, relaxando as tensões da Guerra Fria. Com a conquista do Vietnã do Sul pelo Vietnã do Norte acontecendo no nono mês de sua presidência, o envolvimento dos EUA na guerra essencialmente acabou. Internamente, Ford presidiu durante a pior econômia desde a Grande Depressão, com uma crescente recessão e inflação. Uma de suas ações mais controversas foi o perdão presidencial a Nixon por seu papel no Caso Watergate. Durante seu mandato, sua política externa ficou caracterizada, em termos processuais, pelo aumento do papel do Congresso, e pelos correspondentes poderes do presidente. Em 1976, Ford derrotou com uma pequena margem Ronald Reagan para a indicação Republicana a presidente, porém perdeu a eleição para Jimmy Carter.

Após seu mandato, Ford permaneceu ativo no Partido Republicano. Após problemas de saúde, ele faleceu em sua casa em Rancho Mirage no dia 26 de dezembro de 2006. Com 93 anos e 165 dias de idade, Ford viveu mais do que qualquer outro presidente dos Estados Unidos, e sua presidência de 895 dias permanece até hoje a mais curta de todos os presidentes que não morreram no cargo.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Gerald Ford nasceu Leslie Lynch King, Jr., em 14 de julho de 1913, no número 3202 da Avenida Woolworth, em Omaha (Nebraska), onde seus pais moravam com seus avós paternos. Sua mãe era Dorothy Ayer Gardner, e seu pai, Leslie Lynch King, Sr., um comerciante de lãs e filho do banqueiro Charles Henry King com Martha Alicia King (née Porter). Dorothy separa-se de King seis dias após o nascimento de seu filho. Ela muda-se com seu filho para a casa da irmã Tannisse e de seu cunhado Clarence Haskins James em Oak Park (Illinois). De lá, ela segue para a casa de seus pais, Levi Addison Gardner e Adele Augusta Ayer, em Grand Rapids (Michigan). Dorothy e King se divorciam em dezembro de 1913; ela ganha a custódia total de seu filho. O avó paterno de Ford pagou pensão alimentícia até pouco antes de sua morte em 1930.[1]

Ford disse mais tarde que seu pai biológico tinha um histórico de violência doméstica contra sua mãe.[2] James M. Cannon, um membro da administração Ford, escreveu em uma biografia do ex-presidente que a separação e o divórcio dos Kings foram desencadeados quando, poucos dias depois do nascimento de Ford, Leslie King pegou uma faca de açogueiro e ameaçou matar sua esposa, seu filho, e a babá de Ford. Em outra ocasião, Ford confidenciou que a primeira vez que seu pai agrediu sua mãe foi na lua de mel, quando Dorothy sorriu para outro homem.[3]

Atentados[editar | editar código-fonte]

Ford enfrentou duas tentativas de assassinato durante a sua presidência, ocorrendo dentro de três semanas uma da outra. Em Sacramento, Califórnia, em 5 de setembro de 1975, Lynette 'Squeaky' Fromme, uma seguidora de Charles Manson, apontou uma pistola Colt calibre 45 para Ford. Quando Fromme puxou o gatilho, Larry Buendorf, um agente do Serviço Secreto, pegou a arma e conseguiu inserir o seu polegar sob o gatilho, impedindo que a arma de fogo efetuasse os disparos. Foi averiguado mais tarde que, embora a arma estivesse carregada com quatro cartuchos, era uma pistola semi-automática e os slides não tinham sido puxados para colocar uma bala na câmara de disparo, tornando impossível que a arma disparasse. Fromme foi levado em custódia. Ela foi mais tarde julgada por tentativa de assassinato ao presidente e foi condenada à prisão perpétua.[4]

Logo após a segunda tentativa de assassinato, o Serviço Secreto começou a manter Ford a uma distância mais segura da multidão anônima, uma estratégia que pode ter salvado sua vida dezessete dias depois. Quando ele deixou um hotel em San Francisco, Sara Jane Moore, em pé entre uma multidão de pessoas atravessando a rua, apontou o revólver para ele. Pouco depois ela disparou. O ex-Marinheiro Oliver Sipple pegou na arma e desviou seu disparo; uma pessoa ficou ferida. Moore foi condenada à prisão perpétua. Ela estava em liberdade condicional da prisão em 31 de dezembro de 2007, tendo cumprido 32 anos.

Referências

  1. Young, Jeff C. The Fathers of American Presidents. Jefferson, NC: McFarland & Co, 1997. ISBN 0-7864-0182-6.
  2. Funk, Josh (27 de dezembro de 2006). Nebraska-born Ford Left State as Infant Fox News. Associated Press. Visitado em 20 de novembro de 2014.
  3. Cannon, James. Gerald R. Ford Character Above All. Public Broadcasting System. Visitado em 20 de novembro de 2014.
  4. Cannon, James. Time and Chance: Gerald R. Ford's Appointment with History. Ann Arbor: University of Michigan Press, 1993. ISBN 0-472-08482-8.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons
Precedido por
Richard Nixon
Seal of the President of the United States.svg
38.º Presidente dos Estados Unidos
19741977
Sucedido por
Jimmy Carter
Ícone de esboço Este artigo sobre um Presidente dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.