James Buchanan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
James Buchanan
15º presidente dos Estados Unidos Estados Unidos
Período de governo 4 de março de 1857
a 4 de março de 1861
Vice-presidente John C. Breckinridge
Antecessor(a) Franklin Pierce
Sucessor(a) Abraham Lincoln
17º Secretário de Estado dos Estados Unidos
Período de governo 10 de março de 1845
a 7 de março de 1849
Antecessor(a) John C. Calhoun
Sucessor(a) John M. Clayton
Senador dos Estados Unidos pela Pensilvânia
Período de governo 6 de dezembro de 1834
a 5 de março de 1835
Antecessor(a) William Wilkins
Sucessor(a) Simon Cameron
Membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos pelo 4º distrito da Pensilvânia
Período de governo 4 de março de 1823
a 4 de março de 1831
Antecessor(a) James S. Mitchell
Sucessor(a) William Muhlenberg Hiester
Membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos pelo 3º distrito da Pensilvânia
Período de governo 4 de março de 1821
a 4 de março de 1823
Antecessor(a) Jacob Hibshman
Sucessor(a) Daniel H. Miller
Vida
Nome completo James Buchanan, Jr.
Nascimento 23 de abril de 1791
Cove Gap, Pensilvânia,
 Estados Unidos
Morte 1 de junho de 1868 (77 anos)
Lancaster, Pensilvânia,
 Estados Unidos
Dados pessoais
Alma mater Dickinson College
Partido Democrata
Religião Presbiterianismo
Profissão Advogado
Diplomata
Assinatura Assinatura de James Buchanan

James Buchanan, Jr. (Cove Gap, 23 de abril de 1791 - Lancaster, 1 de junho de 1868) foi um advogado, burocrata e político estadunidense, ocupando diversos cargos no governo norte-americano. Foi o décimo quinto Presidente dos Estados Unidos, de 1857 a 1861 e o primeiro presidente homossexual da história americana.[1] Foi também embaixador dos Estados Unidos na Rússia, Ministro no Reino Unido e de Secretário de Estado dos Estados Unidos, entre 1849 e 1850.

Nas eleições presidenciais de 1856, foi eleito presidente dos Estados Unidos, pelo Partido Democrata, e no discurso de sua posse em 1857, deixou bem claro a determinação do domínio norte-americano com a afirmação de que:

"A expansão dos Estados Unidos sobre o continente americano, desde o Ártico até à América do Sul, é o destino de nossa raça (...) e nada pode detê-la."

Foi em seu governo que a crise entre o norte abolicionista e o sul escravocrata atingiram seu ponto forte, pois quando assumiu o poder não teve bastante força política para impedir a Guerra da Secessão que ocorreu entre os estados do norte e do sul.

Ele considerava a escravidão imoral, mas como ele defendia o respeito à constituição, que protegia a escravatura.

Apesar de argumentar que sua política refletia apenas o desejo de impedir uma guerra civil entre o sul e o norte. Tentou impor uma constituição escravista no recém criado estado do Kansas. Em função disto, tornou-se impopular. Politicamente enfraquecido, não conseguiu evitar a cisão em seu partido. Esta quebra veio a favorecer a eleição de Abraham Lincoln à presidência em 1860.

Um mês antes da posse de Abraham Lincoln, em fevereiro de 1861, sete estados do sul separaram-se da União. Consta que Buchanan condenou a iniciativa, mas nada fez contra os separatistas. Buchanan, assim como Franklin Pierce, tem sido considerado por estudiosos um dos piores presidentes da história dos Estados Unidos. Faleceu em 1 de junho de 1868, em Lancaster, na Pensilvânia.

Referências

  1. Our real first gay president Revista Salon. JIM LOEWEN. 14 de maio de 2012.
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: James Buchanan
Precedido por
Franklin Pierce
Seal of the President of the United States.svg
15.º Presidente dos Estados Unidos
18571861
Sucedido por
Abraham Lincoln
Ícone de esboço Este artigo sobre um Presidente dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.