Alan Greenspan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alan Greenspan

Alan Greenspan (Nova Iorque, 6 de março de 1926) é um economista norte-americano e foi de 11 de agosto de 1987 até 31 de janeiro de 2006 presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos da América. Após sua aposentadoria, aceitou o cargo honorário (sem receber vencimentos) no departamento do tesouro britânico.

Inicialmente apontado para o cargo pelo presidente Ronald Reagan em 1987 em substituição a Paul Volcker, foi reencaminhado ao posto por quatro vezes até sua aposentadoria em 31 de janeiro de 2006, quando foi sucedido por Ben Bernanke.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Greenspan nasceu em 1926, em uma família húngara judia em Washington Heights, área da cidade de Nova Iorque. O sobrenome original da família é Grünspan. Ele estudou clarineta na escola de música Juilliard de 1943 a 1944. Ele é um apurado saxofonista que já tocou com Stan Getz. Enquanto cursou o colégio, ele tocou em uma banda de jazz. Ele estudou na Universidade de New York (NYU), e obteve seu bacharelado em Economia em 1948, e o Mestrado em Economia em 1950. Greenspan também estudou na Columbia University, pretendendo avançar em seus estudos econômicos, mas largou-a em seguida. Muito tempo depois, em 1977, NYU decidiu torná-lo Ph.D. em economia. Ele não completou uma dissertação,[carece de fontes?] normalmente requerida para a obtenção do título. Em 14 de dezembro de 2005, ele foi premiado como Doctor of Commercial Science da NYU, seu quarto diploma daquela instituição.

De 1948 a 1953, Greenspan trabalhou como analista econômico no Conference Board, um think tank de negócios e indústria da cidade de New York. De 1955 a 1987, quando foi nomeado Chairman do Federal Reserve, Greenspan era Chairman e Presidente da Townsend-Greenspan & Co., Inc., uma firma de consultoria econômica na cidade de New York, um trabalho de 33 anos, interrompido durante de 1974 a 1977 quando foi Chairman do Council of Economic Advisers nomeado pelo Presidente Gerald Ford. Na Townsend-Greenspan, Alan especializou-se no setor de indústrias pesadas (especialmente o setor siderurgico), tornando-se capaz de advertir seus clientes sobre uma possível crise no setor[1] . Essa foi sua primeira previsão econômica. No verão de 1968, Greenspan concordou em trabalhar no governo de Richard Nixon como coordenador da política doméstica na campanha de nomeação.

Alan Greenspan casou-se duas vezes. Seu primeiro casamento foi com Joan Mitchell em 1952, e terminou em divórcio um ano depois, em 1953. Ele namorou a comentarista Barbara Walters no final dos anos 70. Em 1984, Greenspan começou a namorar a apresentadora de telejornal Andrea Mitchell, com quem se casou no ano de 1997. Greenspan nessa época tinha 58 anos, e a também divorciada Mitchell tinha 38.

Referências

  1. Alan Greenspan - A era da turbulência
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.