Pierre Laval

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pierre Laval
Pierre Laval
Primeiro-ministro Flag of France.svg França
Período de governo 1º - 27 de Janeiro de 1931
até 20 de Fevereiro de 1932
2º - 7 de Junho de 1935
até 24 de Janeiro de 1936
3º - 11 de Julho de 1940
até 13 de Dezembro de 1940
4º - 18 de Abril de 1942
até 17 de Agosto de 1944
Antecessor(a) 1º - Théodore Steeg
2º - Fernand Bouisson
3º - Philippe Pétain
4º - François Darlan
Sucessor(a) 1º - André Tardieu
2º - Albert Sarraut
3º - Pierre Étienne Flandin
4º - Charles de Gaulle
Vida
Nascimento 28 de Junho de 1883
Châteldon
Morte 15 de Outubro de 1945 (62 anos)
Fresnes
Dados pessoais
Pessoa do Ano (1931)

Pierre Laval (Châteldon, 28 de Junho de 1883Fresnes, 15 de Outubro de 1945) foi um político francês. Foi socialista na juventude e pacifista durante a I Guerra mundial. Após participou do governo francês entre 1925 e 1926, ocupando o cargo de Ministro das Obras Públicas. No entanto, ao longo do seu percurso político, foi-se tornando um conservador, ao ponto de, nos anos 30, se tornar membro da extrema-direita. Aquando da II Guerra Mundial tinha simpatia pelos nazistas. Depois da invasão alemã, que em cerca de dois meses ocupou mais da metade do território francês, foi um dos defensores do armistíscio que resultou no regime de Vichy. Ocupou o cargo de primeiro-ministro da França, durante o regime colaboracionista de Vichy.
Foi condenado à morte por um tribunal francês por alta traição na ajuda ao inimigo e na violação da segurança de Estado.

Regime de Vichy[editar | editar código-fonte]

Em 1940, apoiou Phillippe Pétain na decisão de permanecer na França e com ele ocupou diversos cargos no regime de Vichy até alcançar a chefia do governo (1942 a 1944). Tentou, infrutiferamente, obter asilo político na Espanha. Regressou à França, onde foi julgado, condenado à morte e fuzilado na cidade de Fresnes em 15 de Outubro de 1945.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Mahatma Gandhi
Pessoa do Ano
1931
Sucedido por
Franklin Delano Roosevelt
Precedido por
Théodore Steeg
Primeiro-ministro da França
19311932
Sucedido por
André Tardieu
Precedido por
Fernand Bouisson
Primeiro-ministro da França
19351936
Sucedido por
Albert Sarraut
Precedido por
Philippe Pétain
Primeiro-ministro da França
1940
Sucedido por
Pierre Étienne Flandin
Precedido por
François Darlan
Primeiro-ministro da França
19421944
Sucedido por
Charles de Gaulle
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Pierre Laval
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Fred Kupferman, Le Procès de Vichy : Pucheu, Pétain, Laval, Éditions Complexe, 2006 (frz.)