20.000 Léguas Submarinas (1954)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
20,000 Leagues Under the Sea
20.000 Léguas Submarinas (PT/BR)
 Estados Unidos
1954 • cor • 127 min 
Direção Richard Fleischer
Produção Estúdios Disney
Roteiro Earl Felton
Elenco Kirk Douglas
James Mason
Paul Lukas
Peter Lorre
Género ficção científica
Idioma Inglês
Música Paul J. Smith
Efeitos especiais Robert A. Mattey
Cinematografia Franz Planer
Edição Elmo Williams
Estúdio Walt Disney Productions
Distribuição Estados Unidos Buena Vista Film Distribution Company
Brasil Abril Vídeo
Lançamento Estados Unidos 23 de dezembro de 1954
Brasil 27 de dezembro de 1954
Página no IMDb (em inglês)

20,000 Leagues Under the Sea (br/pt: 20.000 Léguas Submarinas) é um filme dos Estados Unidos de 1954, do gênero ficção científica e aventura, dirigido por Richard Fleischer, com roteiro escrito por Earl Felton e baseado no livro homônimo de Júlio Verne, embora com grande liberdade.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Em 1868 a navegação marítima é ameaçada pelas ações devastadoras do que muitos julgam ser um monstro marinho. A marinha americana envia uma fragata para investigar os incidentes. A bordo encontra-se, entre outros, o arpoador experimentado Ned Land.

Logo no primeiro confronto com o "monstro", o navio afunda e só três homens sobrevivem. São salvos por um submarino, o Nautilus, concebido, construído e comandado pelo Capitão Nemo. O momento alto do filme é o ataque ao submarino por uma lula gigante.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme foi produzido pelos Estúdios Disney e foi filmado em CinemaScope.

Réplica do Náutilus em um parque da Disney

Harper Goff desenhou o "Nautilus" em estilo vitoriano, e pelo fato de ter sido um dos primeiros filmes em cinemascope, um método ainda não perfeito na época, o que dificultava a filmagem dos modelos do submarino, desenhou-o "deformado". O modelo, construído propositadamente deformado, assumia a forma correta quando no formato cinemascope. As rochas e outros elementos do cenário também eram deformados.[1]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Os efeitos especiais de Ralph Hammeras, Ub Iwerks, John Hench e Josh Meador, garantiram um Óscar, o mesmo sucedendo com a direcção artística/cenários de John Meehan e Emile Kuri.

Referências

  1. GONÇALVES, Sylvio. Seção Túnel do Tempo (1990). Cinemin n. 66, p. 5

Referências bilbiográficas[editar | editar código-fonte]

  • Os Melhores Filmes de Todos os Tempos, de Alan Smithee, 1995
  • GONÇALVES, Sylvio. Seção Túnel do Tempo: Vinte Mil Léguas Submarinas. [S.l.: s.n.], 1990. ISBN Cinemin n. 66.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
The Vanishing Prairie
Lista de filmes da Disney
1950
Sucedido por
A Dama e o Vagabundo
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 20.000 Léguas Submarinas (1954)