Lucasfilm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lucasfilm Ltd.
Tipo Privada, subsidiária da
The Walt Disney Company
Indústria Filme
Fundação 1971
Fundador(es) George Lucas
Sede São Francisco, Califórnia
 Estados Unidos
Pessoas-chave Kathleen Kennedy
(Presidente)
Howard Roffman
Tony To[1] [2]
Produtos Relacionados a Star Wars,
Indiana Jones e outros
Página oficial http://www.lucasfilm.com

Lucasfilm Ltd. é uma empresa produtora de filmes e televisão, fundada por George Lucas, em 1971. Está localizada em São Francisco, Califórnia. A empresa é mais conhecida por ter produzido os seis filmes Star Wars, e outros sucessos de bilheteria, como a quadrilogia Indiana Jones, bem como a sua liderança no desenvolvimento de efeitos especiais, som e animação no cinema.

Em Outubro de 2012 foi comprada pela The Walt Disney Company por 4,05 bilhões de dólares. [3]

Após a The Walt Disney Company anunciar a compra da produtora, anunciou juntamente o lançamento de um sétimo episódio para a franquia Star Wars que será lançado em 2015[3] .

Lucasfilm foi fundada pelo cineasta George Lucas em 1971, em San Rafael, CA . A maioria das operações da Lucasfilm foram transferidas para San Francisco em 2005.

História[editar | editar código-fonte]

Era independente[editar | editar código-fonte]

Lucasfilm foi fundada pelo cineasta George Lucas , em 1971. [4]

Em 8 de julho de 2005, a divisão de marketing da Lucasfilm, assim como a on-line, e as unidades de licenciamento mudou-se para o novo Centro de Artes Digital Letterman localizado em San Francisco . Ele compartilha o complexo com a Industrial Light & Magic e LucasArts . Lucasfilm tinha planejado uma expansão no Skywalker Ranch em Marin County, Califórnia, mas arquivou o plano devido à oposição dos vizinhos. No entanto, ele ainda planeja expandir em outros lugares.[5]

Em janeiro de 2012, Lucas anunciou sua aposentadoria da produção em larga escala de filmes blockbusters e, deve reorientar sua carreira em trabalhos menores, orçados de forma independente. [6]

Em junho de 2012, foi anunciado que a produtora Kathleen Kennedy , colaboradora de longo prazo de Steven Spielberg e produtora dos filmes de Indiana Jones, tinha sido nomeada como co-presidente da Lucasfilm Ltd. Foi relatado que Kennedy iria trabalhar ao lado de Lucas, que permaneceria como executivo e co-presidente por pelo menos um ano, depois ela iria sucedê-lo como líder único da empresa.[7]

Em 05 de setembro de 2012, Micheline Chau, que atuou como presidente e COO da Lucasfilm por duas décadas, anunciou que estava se aposentando. Com sua saída, os altos executivos de cada uma das divisões da Lucasfilm se reportaram diretamente a Kathleen Kennedy. Chau foi creditado com manter as Lucasfilm e Star Wars como marcas fortes, especialmente através dos spin-offs animados e iniciativas de licenciamento. [8]

Subsidiaria da Disney[editar | editar código-fonte]

As discussões relativas à possibilidade da Walt Disney Company comprar a Lucasfilm começou oficialmente em maio de 2011, depois de uma reunião entre George Lucas e o CEO da Disney, Bob Iger , durante a inauguração da atração Star Tours: The Adventures Continue. [9] Lucas disse a Iger que ele estava pensando em aposentadoria e planeja vender a empresa, bem como as franquias Star Wars e Indiana Jones.[10] Em 30 de outubro de 2012, a Disney anunciou um acordo para adquirir a Lucasfilm $ 4.05 bilhões, com cerca de metade em dinheiro e metade das ações representativas do da Disney.[3] Lucasfilm já havia colaborado com a companhia com a divisão Walt Disney Imagineering, para criar as atrações em parque temáticos centradas em Star Wars e Indiana Jones para vários Walt Disney Parks and Resorts em todo o mundo. [11]

Kathleen Kennedy, co-presidente da Lucasfilm, tornou-se presidente da Lucasfilm, relatando ao presidente da Walt Disney Studios, Alan Horn . Além disso, ela serve como gerente de marca da Star Wars, trabalhando diretamente com linhas globais de negócios da Disney para construir, integrar, e maximizar o valor dessa franquia global. Kennedy serve como produtora dos novos filmes de Star Wars, com George Lucas servindo como consultor criativo. A empresa também anunciou o lançamento futuro de novos filmes de Star Wars, começando com Star Wars Episódio VII em 2015. [12]

Sob o acordo, a Disney adquiriu a propriedade da Lucasfilm e suas empresas que operam na produção de filmes em live-action, produtos de consumo, jogos de vídeo, animação, efeitos visuais e pós-produção de áudio. A Disney também adquiriu portfólio de tecnologias de entretenimento da Lucasfilm. A intenção era para os funcionários da Lucasfilm permanecer em seus locais atuais.[13] Merchandising de Star Wars iria começar a ser fiscalizada pela Disney no ano de 2014. Começando com Star Wars Rebels, produções futuras será co-marcadas, tanto pelos nomes da Disney e Lucasfilm, [14] parecido com o que a Disney fez com Pixar. Em 4 de dezembro de 2012, a fusão Disney-Lucasfilm foi aprovada pela Comissão de Comércio Federal , permitindo a aquisição ser finalizada sem lidar com problemas antitruste. [15] Em 21 de dezembro de 2012, o acordo foi concluído, e Lucasfilm tornou-se uma subsidiária integral da Disney.

Bob Iger confirmou que a Lucasfilm tem planos de fazer filmes independentes de Star Wars com Lawrence Kasdan e Simon Kinberg assinando os roteiros dos filmes, que seriam lançados em algum momento durante o intervalo entre os filmes da trilogia sequela. [16]

Em abril de 2013, o braço de desenvolvimento da divisão, LucasArts, foi fechada e a maioria de seus funcionários foram demitidos.[17] No entanto, a LucasArts permaneceu aberta com uma equipe mínima de dez trabalhadores para que ela pudesse manter a sua função como um licenciadora de vídeo game.[18] Em 06 de maio de 2013, a Disney anunciou um acordo de exclusividade com a Electronic Arts para produzir jogos de Star Wars para o mercado de jogos núcleo. LucasArts reteve a capacidade de licenciar e Disney Interactive Studios manteve a capacidade de desenvolver, jogos de Star Wars para o mercado de jogos casuais. [18]

A 20th Century Fox , os distribuidores originais dos primeiros seis filmes de Star Wars, ainda conservam os direitos de distribuição para as duas trilogias originais de Star Wars, atualmente possuindo direitos de distribuição permanentes para o filme Star Wars de 1977, mantendo os direitos de distribuição dos Episódios I-III , V, e VI até maio de 2020. [19] Em dezembro de 2013, a The Walt Disney Studios comprou os direitos de distribuição e marketing para futuros filmes de Indiana Jones da Paramount Pictures, embora o último estúdio continuará a distribuir os primeiros quatro filmes e receberá "participação financeira" de quaisquer filmes adicionais. [20]

Em 03 de janeiro de 2014, a Lucasfilm anunciou que a licença para quadrinhos de Star Wars que está com a Dark Horse Comics, ira acabar em 2015, e voltará a subsidiária da Disney, Marvel Comics. [21]

Em 24 de abril de 2014, a Lucasfilm anunciou que o Universo Expandido vai se tornar não- canônico (mas pode ser utilizada para trabalhos futuros) e que as séries animadas The Clone Wars e Rebels, seriam considerados cânone e os futuros projetos de Star Wars seriam supervisionados por um novo grupo para manter a história que Canônica.[22] Além disso, a marca Star Wars Legends sera usada para os materiais do Universo Expandido que estão publicados. A Disney Publishing Worldwide anunciou também que Del Rey iria publicar uma nova linha de livros canônicos sobre Star Wars sendo liberado a partir de setembro em uma agenda bi-mensal. [23]

Divisões[editar | editar código-fonte]

Ex-divisões[editar | editar código-fonte]

  • Kerner Optical - divisão de efeitos práticos (modelo shop) e equipe de desenvolvimento 3D, (desmembrada da ILM em 2006) foi à falência em 2011.
  • Pixar Animation Studios - empresa de animação em 3D que foi vendida para Steve Jobs em 1986. Tornou-se uma subsidiária da The Walt Disney Company, em 2006, seis anos antes da aquisição da Lucasfilm pela Disney.
  • THX Ltd. - Sistema de som Theater (desmembrada da Lucasfilm em 2001), Creative Technology agora possui 60% da THX.

Referências

  1. "Tony To Joins Lucasfilm as Head of Production, Development", Variety (em inglês), 5 de Junho de 2014. Página visitada em 7 de Junho de 2014.
  2. "Lucasfilm Hires Tony To as Production and Development Exec", The Hollywood Reporter (em inglês), 5 de Junho de 2014. Página visitada em 7 de Junho de 2014.
  3. a b c Disney to Buy Lucasfilm for $4.05 Billion (html) (em inglês) The Hollywood Reporter (outubro 2012). Visitado em 25 de agosto de 2014.
  4. Moss, Stuart (2009). A indústria do entretenimento. Wallingford, UK: CAB International. p. 89. ISBN 9781845935511
  5. Vizinhos ricos impedem expansão do Skywalker Ranch de George Lucas (21 de Maio de 2012).
  6. George Lucas pronto para se aposentar dos blockbusters (17 de Janeiro de 2012).
  7. Kathleen Kennedy assume direção da Lucasfilm Los Angeles Times (02 de Junho de 2012).
  8. COO de longa data, deixa a Lucasfilm The Hollywood Reporter (05 de Setembro de 2012).
  9. Como a Disney comprou a Lucasfilm e seus planos para Star Wars (7 de Março de 2013).
  10. Quem vai ser o Bob Iger no. 2 ? (30 de Outubro de 2012).
  11. Lucasfilm anuncia novo Star Wars (30 de Outubro de 2012).
  12. Novas informações de Star Wars Episódio VII.
  13. Mickey e Darth Vader unem forças em mais de 4 bilhões de doláres (30 de Outubro de 2012).
  14. Walt Disney confirma participação de J.J Abrams em novos Star Wars.
  15. Disney conclui negociações com a Lucasfilm Deadline.
  16. É oficial Lawrence Kasdan e Simon Kinberg, envolvidos em spinoffs de novos filmes de Star Wars Hollywood Repórter (05 de Fevereiro de 2013).
  17. a b LucasArts deixa de fazer jogos e diz adeus a maioria de seus funcionários (Abril de 2013).
  18. a b Electronic Arts assume desenvolvimento dos jogos de Star Wars.
  19. Direitos de Star Wars Hollywood Reporter.
  20. Disney adquire direitos para futuros filmes de Indiana Jones Variety.
  21. Star Wars Comics deixando a Dark Horse e voltando a Marvel em 2015.
  22. Lucasfilm revela novos planos para o Universo Expandido de Star Wars Hollywood Reporter.
  23. Del Rey lançará novos livros sobre Star Wars para a Disney.