Registro do Sistema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Registro do Windows (regedit.exe) é um banco de dados presente no sistema operacional Microsoft Windows. Sua função é concentrar todas as configurações do sistema e aos aplicativos executados nele de modo a tornar sua administração mais fácil. Todas as configurações alteráveis no Painel de Controle, associações das extensões de arquivos e configuração de hardware são armazenadas nesse banco de dados.[1]

Ele surgiu para unir em um único local todos os arquivos INI, utilizados para armazenar as configurações de cada programa como acontecia no Windows 3.11 e anteriores. Como ficavam espalhados pelos diretórios no disco, eram de difícil administração.[2] [3]

Há estruturas semelhantes em outros sistemas operacionais. No Linux e outros sistemas da família Unix, existe no sistema de arquivos o diretório /etc/ que concentra boa parte dos arquivos de configuração utilizados pelo sistema operacional e suas ferramentas. As configurações de cada usuário são restritas ao seu próprio subdiretório a partir de /home/, via de regra, em arquivos individuais ou diretórios ocultos pela convenção POSIX de iniciar seus nomes com um ponto. As configurações de sistema e usuários são completamente separadas e complementares. Podem ser copiadas e transferidas sem as dificuldades inerentes ao Registro, o que facilita cópias de back-up incremental.

O Registro do Sistema, assim como outros consoles de gestão do Windows (secpol, gpedit.msc, msconfig) não tem acesso pelo Menu Iniciar, Todos os Programas. Para carregá-lo é necessário digitar "regedit" na opção "Executar" do Menu Iniciar.

Algumas críticas são feitas ao conceito de registro do sistema no Windows. A primeira delas é que pequenas falhas no registro podem tornar todo o sistema inoperante, situação que muitas vezes só pode ser sanada com a reinstalação completa do mesmo. Reparos no registro são tarefas difíceis.

Outra crítica é que aplicativos sem programa de remoção, ou com programas de remoção incompletos podem deixar informações no registro mesmo depois da remoção. Isto faz o volume de dados dentro do registro cresça sem controle e acabe comprometendo o desempenho e até mesmo a estabilidade do sistema.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.