René Dagron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prudent René-Patrice Dagron

Prudent René-Patrice Dagron (Sarthe, França, 17 de março de 1819 - 13 de junho de 1900), foi um fotógrafo e escritor francês, inventor de diversos aparelhos para microfotografia ou microfilme.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Como estudante de química Dagron ficou interessado nos daguerreótipos quando o processo de produção dos mesmos foi anunciado em 19 de agosto de 1839. Depois de se graduar, Dagron estabeleceu um estúdio fotográfico em Paris. Aí ele se familiarizou com o processo do colódio úmido, inventado por Frederick Scott Archer em 1851, ao qual ele logo adaptaria as suas técnicas micrográficas, estabelecendo um rentoso negócio de bijouterias com microfilmes incrustados.[1]

Em 21 de junho de 1859, Dagron recebeu a primeira patente no mundo para um produto referente à microfilmagem: um visor portátil para microfilme.[2]

Publicou em 1864 Tratado de fotografia microscópica (o primeiro livro no mundo sobre microfilme) e em 1871 La poste par pigeons voyageurs ("O correio pelos pombos-correio").

Referências

  1. Section française, catalogue officiel: catalogue officiel p. 99 By International exhibition, 1862 Published by Impr. impriale, 1862 Original from Oxford University Digitized Jun 8, 2006 882 pages
  2. Newsletter of the Illinois State Archives & The Illinois State Historical Records Advisory Board Jesse White Secretary of State & State Archivist Volume 21 Number 1 Quote: "Despite Dancer’s early work, in 1859, Rene Dagron, a French optician, received the first patent for microfilm. Using Dancer’s techniques, Dagron manufactured and sold microphotograph trinkets. In 1870–71, during the Franco-Prussian War, Dagron demonstrated a practical use for microforms. During the siege of Paris, the French used carrier pigeons to transport microfilmed messages across German lines."