Ricardo Neville, 16.º Conde de Warwick

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde agosto de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
'O Fazedor de reis'
Conde de Warwick
Reinado 1449 - 1471
Predecessor Ana de Beauchamp, 15.° condessa de Warwick
Sucessor Ana de Beauchamp, 16.° condessa de Warwick
Conde de Salisbury
Reinado 1462 - 1471
Predecessor Alice Montacute, 5.° condessa de Salisbury
Sucessor Extinto até terceira criação com Jorge, Duque de Clarence
Cônjuge Ana de Beauchamp, 16.° condessa de Warwick
Descendência
Isabel Neville
Ana Neville
Pai Ricardo Neville, 5.° conde de Salisbury
Mãe Alice Montacute, 5.° condessa de Salisbury
Nascimento 22 de Novembro de 1428
Morte 14 de abril de 1471 (42 anos)
Barnet, Herftordshire
Enterro Abadia de Bisham, Berkshire
Ocupação Capitão de Calais
Almirante da Inglaterra
Guarda dos Cinco Portos
Brasão

Ricardo Neville, Conde de Warwick (1428 - 14 de Abril de 1471), foi um dos principais intervenientes na guerra das rosas. Iniciando o conflito do lado da casa de York, tornou-se um apoiante dos Lencastre em 1468. Como a subida ao trono de Eduardo IV de Inglaterra, bem como o regresso breve ao poder de Henrique VI, se devem a vitórias suas no campo de batalha, Warwick é conhecido como o Influente.

Warwick era o filho mais velho e herdeiro de Ricardo Neville, Conde de Salisbury e de Alice Montagu. Através do casamento com Anne Beauchamp, herdou também o Condado de Warwick e tornou-se num dos homens mais poderosos de Inglaterra. Durante as lutas de poder que antecederam a guerra das rosas, Warwick aliou-se à facção de York e foi instrumental na deposição de Henrique VI e sua substituição por Eduardo IV. Durante algum tempo, foi o principal homem de confiança de Eduardo, mas ambos acabaram por discutir violentamente e Warwick foi afastado da corte. O foco de discussão era a crescente influência da família Woodville junto de Eduardo e a sua recusa em casar dentro de uma das potências europeias. Em revolta aberta, Warwick enfrentou e derrotou os exércitos reais em 1469, chegando mesmo a colocar Eduardo IV sob prisão. A sua ideia era governar em seu nome, mas não tinha apoios suficientes entre a classe aristocrática para tal e foi obrigado a libertar o rei. Sob pena de uma acusação de alta traição, Warwick voltou-se para Margarida de Anjou, líder do partido de Lencastre, então exilada em França e ansiosa por angariar aliados em Inglaterra. Eduardo de Westminster, príncipe de Gales e herdeiro do deposto Henrique VI, casou com Anne Neville em 1470, selando assim a mudança de facção do Influente.

Warwick invadiu Inglaterra com um exército lancastriano e derrotou Eduardo IV, repondo Henrique VI de Inglaterra no poder a 30 de Outubro. A vantagem não foi segura e os reforços encabeçados por Margarida de Anjou demoraram a chegar. Warwick foi derrotado por um contra ataque de Eduardo IV e morto na batalha de Barnet. Pouco depois, Margarida de Anjou e Eduardo de Westminster seriam também derrotados na batalha de Tewksbury e Eduardo IV regressava ao trono.

Descendência[editar | editar código-fonte]

De Anne Beauchamp: