Rio Jamma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Jamma
Foz Nilo Azul
País(es)  Etiópia
País(es) da
bacia hidrográfica
 Etiópia

O rio Jamma é um curso de água do centro da Etiópia e um afluente do Abay (Nilo Azul) no qual desagua pela margem direita. Este rio drena partes das duas zonas denominadas Shewa Semien uma na região de Amhara e outra na região de Oromia. O curso superior do Jamma corre através de vales profundos escavados em altas escarpas cortadas primeiro em rocha vulcânica e, em seguida, através do arenito do cretáceo e de arenitos argilosos, com calcário do Jurássico na sua parte inferior. 1 Tem uma área de drenagem de aproximadamente 15.782 quilómetros quadrados. 2 Entre os seus afluentes destaca-se o rio Wanchet.

A primeira referência a este rio encontra-se no Gadla de Tekle Haymanot, que foi escrito no século XIV. Um dos primeiros europeus mencionar a sua existência foi o missionário Pero Pais (Olmeda de las Fuentes (então Olmeda de las Cebollas), Madri, 1564 – † Gorgora, Etiópia, 3 de maio de 1622), que foi também o primeiro europeu a ver e a descrever a origem do Nilo Azul.3

De acordo com Johann Ludwig Krapf, em 1840 o Jamma definia a fronteira entre Marra biete e Moret, dois distritos da antiga província ou Reino de Shewa . 4

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Local History in Ethiopia" (pdf) The Nordic Africa Institute website (accessed 29 January 2008)
  2. Tana Beles & Integrated Water Resources Development: Project Appraisal Document (PAD), Vol.1" , o Banco Mundial, 02 maio de 2008 (acessado em 05 de maio de 2009)
  3. GWB Huntingford, A geografia histórica da Etiópia a partir do século I dC a 1704 , (Oxford University Press, 1989), p. 69]
  4. Revistas da Srs. Rev. Isenberg e Krapf, Missionárias da Sociedade Missionária da Igreja, detalhando seus procedimentos no reino de Shewa, viagens e em outras partes da Abissínia, nos anos 1839, 1840, 1841 e 1842 , (Londres, 1843), p. 290
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Etiópia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.