Rocha Tarpeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A rocha Tarpeia era, na Roma Antiga, um local onde eram feitas execuções, com as vítimas sendo jogadas desta rocha para a morte.[1]

Segundo Marco Terêncio Varrão, o monte Tarpeio era o nome anterior do monte Capitolino.[2]

A origem do nome da rocha varia conforme os autores; Samuel Ball Platner e Thomas Ashby, em seu artigo sobre o monte Tarpeio, supuseram que a origem do nome do monte se devia à tribo tarpeia, que morava nas redondezas do monte Capitolino. Eles localizam a rocha Tarpeia na parte sudoeste do monte, onde hoje se localiza a Piazza della Consolazione.[2]

De acordo com Plutarco, depois que Tarpeia recebeu a morte como prêmio por ter traído os romanos aos sabinos,[nota 1] ela foi enterrada em um monte, chamado de monte Tarpeio. Depois, quando o rei Tarquínio, o Soberbo dedicou o lugar a Júpiter, o nome de Tarpeia não mais foi associado ao monte [nota 2] sendo lembrado unicamente pela rocha Tarpeia, a partir da qual eram jogados os malfeitores.[3]

Notas

  1. Tarpeia pediu, como preço da traição, aquilo que os sabinos levavam no braço esquerdo, de olho nos braceletes de ouro. Tito Tácio, mostrando desprezo pela traição, fez os sabinos jogarem sobre Tarpeia não só os braceletes de ouro, como também os escudos, matando-a por esmagamento. Para mais detalhes, ver o artigo Tarpeia.
  2. Monte Capitolino.

Referências

  1. John Gill, Exposition of the Entire Bible, 2 Chronicles, Chapter 25 [em linha]
  2. a b Samuel Ball Platner e Thomas Ashby, A Topographical Dictionary of Ancient Rome (1929), Tarpeius Mons[em linha]
  3. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Rômulo 18.1 [em linha]
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.