Seid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Seid ou seiðr é, em língua nórdica antiga, um tipo de magia ou bruxaria, que era praticada pelo paganismo germânico escandinavo. Por vezes anglicizado como "seidhr", "seidh", "seidr", "seithr" ou "seith", o termo também pode referir-se a reconstruções politeísticas do neopaganismo moderno.

Terminologia e etimologia[editar | editar código-fonte]

Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este artigo conforme o guia de tradução.

Seid envolveu a magia do galðrar cantar.Galðr). Praticantes de seid eram predominantemente mulheres (völva ouseiðkona, iluminado. "Seid mulher"), embora também existam praticantes que eram do sexo masculino (seiðmaðr, lit. "Seid homem" )

No antigo Inglês há termos aparentados como seiðr Sidenesidsa, ambos dos quais são atestadas apenas em contextos que sugerem que eles eram utilizados por elfos (ælfe) ; Estes parecem susceptíveis de ter querido dizer algo semelhante a seiðr(Hall 2004, pp. 117-30). Entre os Antigo Inglês palavras aos praticantes de magia Wicca são(m.) wicceou(f.), o etymons of Modern Inglês' bruxa . Existem diversas pesquisas que indicam a sobrevivência de práticas mágicas da era viking, especialmente o seidr, na Escandinávia Medieval após o século XII, com algumas modificações, e de práticas semelhantes ou derivadas do seidr no folclore tardo-medieval e moderno. Sobre isso, consultar o artigo de Langer (2010).

Referencias[editar | editar código-fonte]

  • LANGER, Johnni. Seiðr e magia na Escandinávia Medieval. Revista Signum/ Abrem, 11(1), 2010, p. 177-202. (http://www.revistasignum.com/revista_conteudo.php)
  • Blain, Jenny. 2002. Nine Worlds of Seid-Magic: Ecstasy and Neo-Shamanism in North European Paganism (London: Routledge)
  • DuBois, Thomas A. 1999. Nordic Religions in the Viking Age (Philadelphia: University of Pennsylvania Press), ch. 6.
  • Hall, Alaric Timothy Peter. 2004. 'The Meanings of Elf and Elves in Medieval England' (Ph.D. University of Glasgow).
  • McKinnell, John. 2001. 'On Heiðr', Saga-Book of the Viking Society, 25, 394-417.
  • Parpola, Asko. 2004. 'Old Norse SEIÐ(R), Finnish SEITA and Saami shamanism', in Etymologie, Entlehnungen und Entwicklungen: Festschrift für Jorma Koivulehto zum 70. Geburtstag, ed. by Irma Hyvärinen, Petri Kallio & Jarmo Korhonen, Mémoires de la Société Néophilologique de Helsinki, 64 (Helsinki: Société Néophilologique), pp. 235-273.
  • Karlsson, Thomas. 2002. Uthark - Nightside of the runes. (Ouroboros)
  • Jan Fries, Seidways

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal do Ocultismo