Serra tico-tico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma tico-tico manual doméstica simples.

Serra tico-tico é um tipo de ferramenta elétrica que, efetuando movimentos de vaivém com pequenas serras, proporciona ao utilizador condições de realizar cortes detalhados e em curva. Pode ser de bancada (fixa) ou manual (livre) e cortar materiais diversos como madeira, plástico ou metais (alumínio, chapas de aço, etc.).

Faz, assim como outras ferramentas, o trabalho que em marcenaria chama-se recortar - significando dar ao objeto trabalhado contornos complicados.1

Histórico[editar | editar código-fonte]

Sua evolução das serras primitivas deveu-se à necessidade dos carpinteiros de realizarem trabalhos pequenos e detalhados, e mais adiante para a realização de curvas bem pequenas - inicialmente para a fabricação de rodas para carroças, em que o corte circular deve ser feito no interior da peça: com o arco da serra tico-tico bem alto a partir da base, sua lâmina proporciona o corte sem que seja necessário girar-se a serra.2

Embora sua força motriz atual seja a eletricidade, a tico-tico era a serra usada para a confecção da marchetaria boulle já no século XVII.3

Precisão e usos[editar | editar código-fonte]

Operário usando uma tico-tico manual.

Serras deste tipo são geralmente usadas para o corte de lâminas de pequena espessura; marcas mais potentes, contudo, podem permitir um trabalho em materiais mais grossos. O corte, contudo, não é muito preciso e com limitação na curva. Usada geralmente para o corte de compensados e tábuas de madeira, numa espessura máxima de 65 mm.; para metais usam-se lâminas de serra especiais.4

Serras tico-tico de bancada permitem ampliar o uso e a precisão da ferramenta, com incrementação das aberturas para a lâmina, inclinação do ângulo de corte e/ou corte de pedaços de madeira, por exemplo, com maior largura e formato diverso do de placas.5

Trabalho[editar | editar código-fonte]

Detalhe do local onde a lâmina da serra é presa.

Para começar seu uso deve-se, primeiramente, abrir um furo na peça a ser trabalhada - que é onde será introduzida a lâmina (serra), cujo diâmetro deve ser suficiente para permitir a introdução da serra.3

Referências

  1. F. Genette. Manual Prático do Carpinteiro e Marceneiro. [S.l.]: Hemus, 2002. p. 49. ISBN 8528901521, ISBN 9788528901528
  2. Henry Petroski. A Evolução das Coisas Úteis: Clipes, Garfos, Latas, Zíperes e Outros Objetos. [S.l.]: Jorge Zahar Editor Ltda, 2007. 308 p. p. 141. ISBN 8537800295, ISBN 9788537800294
  3. a b Huon Mallalieu. História Ilustrada das Antiguidades: guia básico para antiquários e colecionadores. [S.l.]: Editora Nobel, 1999. 640 p. p. 76. ISBN 8521310498, ISBN 9788521310495
  4. Criss B. Mills. Projetando com Maquetes. [S.l.]: Bookman. 262 p. p. 162, 214 e 215. ISBN 8560031979, ISBN 9788560031979
  5. Edwin B. Love. Special Jobs for Your Jigsaw. [S.l.]: in: Popular Science (em inglês), maio de 1944. p. 152-156.

ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Serra tico-tico