Freixo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaFreixo
Fraxinus excelsior em Houyet, na Bélgica

Fraxinus excelsior em Houyet, na Bélgica
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Oleaceae
Género: Fraxinus
Espécie: F. excelsior
Nome binomial
Fraxinus excelsior
L., 1753

O freixo (Fraxinus angustifolia) é uma árvore da família das Oleáceas, a mesma família a que pertence a oliveira. É uma árvore de solos frescos e profundos, de porte médio, que pode atingir cerca de 25 metros de altura. A casca tem sulcos profundos, verticais e é castanha escura acinzentada. As folhas são verdes. As flores, que não têm cálice nem corola, são em cachos, pendentes e surgem antes do aparecimento das folhas.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Freixo" veio do termo latino fraxinus[1] .

Uso medicinal[editar | editar código-fonte]

As folhas podem ser utilizadas em forma de chá, com muito bom gosto ao paladar e que é muito diurético, pode combater os sintomas da gota e do reumatismo, assim como é utilizada para auxiliar nos problemas de obstipação e regular o colesterol. A casca é utilizada para combater a febre e pode auxiliar na cicatrização de feridas.

Uso na música[editar | editar código-fonte]

A madeira é dura, densa, pesada, porosa, de som estridente. É muito rica em agudos. Foi usada nas primeiras guitarras modelo Stratocaster e Telecaster. Atualmente é usado nos modelos mais caros da Fender. Utilizada em guitarras por Albert Collins e Buddy Guy, entre outros.

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.811
Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Lamiales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.