Simone Martini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Anunciação
Cristo descoberto no Tempo

Simone Martini (Siena, 1284Avinhão, 1344) foi um pintor italiano nascido em Siena. Foi uma das maiores figuras do Trecento e grande mestre da escola sienesa.

Ele foi uma grande figura no desenvolvimento da arte italiana e influenciou grandemente aquilo que veio a se chamar gótico internacional. Acredita-se que Martini era um aluno de Duccio, o maior pintor de Siena naquele tempo. Seu cunhado era o artista Lippo Memmi. Sua obras também tiveram influência do escultor Giovanni Pisano. Pouco se sabe sobre a vida de Martini. Ele morreu enquanto estava a serviço da Corte de Avinhão, em 1344.

Entre suas primeiras obras está a Maestà, de 1315, no Palazzo Pubblico de Siena. Perpetuando a tradição de Siena, o estilo de Simoni contrastava com a sobriedade e munumentalidade da arte de Florença e se caracteriza por linhas sinuosas, líricas, decorativas e estilizadas, geralmente em um fundo dourado. A arte de Martini se deve muito às iluminuras francesas, que tinham sido trazidas para Siena no século XIV pela Via Francigena, um rota de peregrinos do norte da Europa para Roma.

Petrarca se tornou amigo de Simone em Avinhão e dois de seus sonetos fazem referência a um retrato de Laura de Noves, que ele supostamente pintou para o poeta.

Matteo Giovanetti, que pintou os afrescos do Palácio dos Papas em Avinhão, fez parte da escola sienesa.

Maiores obras[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.