Sofia Leonor da Saxónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sofia Leonor da Saxónia
Condessa de Hesse-Darmstadt
Duquesa da Saxónia
Johann Spilberg 001.jpg
Sofia com três dos seus netos nascidos da filha Isabel Amália de Hesse-Darmstadt
Governo
Consorte Jorge II de Hesse-Darmstadt
Vida
Nascimento 23 de Novembro de 1609
Morte 2 de Junho de 1671 (61 anos)
Filhos Luís VI de Hesse-Darmstadt
Madalena Sibila de Hesse-Darmstadt
Jorge III de Hesse-Itter
Sofia Leonor de Hesse-Darmstadt
Isabel Amália de Hesse-Darmstadt
Luísa Cristina de Hesse-Darmstadt
Ana Maria de Hesse-Darmstadt
Ana Sofia de Hesse-Darmstadt
Amália Juliana de Hesse-Darmstadt
Natimorta
Henriqueta Doroteia de Hesse-Darmstadt
João de Hesse-Darmstadt
Augusta Filipina de Hesse-Darmstadt
Inês de Hesse-Darmstadt
Maria Edviges de Hesse-Darmstadt
Pai João Jorge I da Saxónia
Mãe Madalena Sibila da Prússia

Sofia Leonor da Saxónia (23 de novembro de 1609 - 2 de junho de 1671) foi uma condessa-consorte de Hesse-Darmstadt entre 1627 e 1661. A sua filha Isabel Amália de Hesse-Darmstadt acabaria por se tornar princesa-eleitora do Palatinado. O seu nome Leonor veio da Europa de Leste e significa "beleza verdadeira e perpétua".

Família[editar | editar código-fonte]

Sofia Leonor era a filha mais velha do príncipe-eleitor João Jorge I da Saxónia e da duquesa Madalena Sibila da Prússia. Uma das suas irmãs era a duquesa Madalena Sibila da Saxónia, nora do rei Cristiano IV da Dinamarca. Os seus avós paternos eram o eleitor Cristiano I da Saxónia e a marquesa Sofia de Brandemburgo. Os seus avós maternos eram o duque Alberto Frederico da Prússia e a duquesa Maria Leonor de Cleves.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Sofia Leonor era uma luterana devota e criou os seus quinze filhos num regime extremamente conservador e religioso que não impediu que a sua filha Isabel Amália se convertesse mais tarde ao catolicismo para se casar com o eleitor do Palatinado.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Sofia Leonor casou-se no dia 1 de abril de 1627 com o landegrave Jorge II de Hesse-Darmstadt. Juntos tiveram quinze filhos:

  1. Luís VI de Hesse-Darmstadt (25 de Janeiro de 1630 - 24 de Abril de 1678), casado primeiro com a duquesa Maria Isabel de Holstein-Gottorp; com descendência. Casado depois com a duquesa Isabel Doroteia de Saxe-Gota-Altemburgo; com descendência.
  2. Madalena Sibila de Hesse-Darmstadt (3 de Setembro de 1631 - 6 de Agosto de 1651), morreu aos dezanove anos de idade; sem descendência.
  3. Jorge III de Hesse-Itter (29 de Setembro de 1632 - 19 de Julho de 1676), casado primeiro com a duquesa Doroteia Augusta de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Franzhagen; sem descendência. Casado depois com a condessa Juliana Alexandrina de Leinigen-Heidesheim; com descendência.
  4. Sofia Leonor de Hesse-Darmstadt (7 de Janeiro de 1634 - 7 de Outubro de 1663), casada com o landegrave Guilherme Cristóvão de Hesse-Homburgo; com descendência.
  5. Isabel Amália de Hesse-Darmstadt (20 de Março de 1635 - 4 de Agosto de 1709), casada com o eleitor Filipe Guilherme do Palatinado; com descendência.
  6. Luísa Cristina de Hesse-Darmstadt (5 de Fevereiro de 1636 - 11 de Novembro de 1697), casada com Cristóvão Luís I de Stolberg; com descendência.
  7. Ana Maria de Hesse-Darmstadt (nascida e morta em 1637).
  8. Ana Sofia de Hesse-Darmstadt (17 de Dezembro de 1638 - 13 de Dezembro de 1683), abadessa de Quedlimburgo; sem descendência.
  9. Amália Juliana de Hesse-Darmstadt (nascida e morta em 1639)
  10. Bebé morta
  11. Henriqueta Doroteia de Hesse-Darmstadt (14 de Outubro de 1641 - 22 de Dezembro de 1672), casada com o conde João II de Waldeck-Pyrmont; sem descendência.
  12. João de Hesse-Darmstadt (nascido e morto em 1643)
  13. Augusta Filipina de Hesse-Darmstadt (29 de Dezembro de 1643 - 4 de Fevereiro de 1672), morreu aos vinte e oito anos; sem descendência.
  14. Inês de Hesse-Darmstadt (nascida e morta em 1645)
  15. Maria Edviges de Hesse-Darmstadt (26 de Novembro de 1647 - 19 de Abril de 1680), casada com o duque Bernardo I de Saxe-Meiningen; com descendência.

Referências