Stiff Little Fingers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stiff Little Fingers
Slfcurrentofficial.jpg
Informação geral
Origem Belfast,  Irlanda do Norte
País  Reino Unido
Gênero(s) Punk rock
Período em atividade 1977-1982, 1987– atualmente
Gravadora(s) Rough Trade Records, Chrysalis Records, Kung Fu Records, EMI
Afiliação(ões) The Jam, Jake Burns and the Big Wheel, Tom Robinson Band, Ruefrex, Casbah Club, Friction Groove, Dan Donnelly
Página oficial [1]
Integrantes
Jake Burns, Ali McMordie, Steve Grantley, Ian McCallum
Ex-integrantes
Gordon Blair, Henry Cluney, Brian Falloon, Jim Reilly, Dolphin Taylor, Bruce Foxton, Dave Sharp

Stiff Little Fingers é uma banda punk fundada nos anos 1970 na Irlanda do Norte.

História[editar | editar código-fonte]

O início[editar | editar código-fonte]

A vida em Belfast era dura e eles viviam fazendo covers de artistas famosos até surgir o movimento punk. Inspirado pela letra Stiff Little Fingers, da banda The Vibrators - "If it wasn't for your stiff little fingers/ nobody would know you were dead" - lado B do compacto "London Girls", nascia o Stiff Little Fingers abandonando o provisório e previsível nome The Fast.

A banda contava com Jake Burns (vocais e guitarra); Henry Cluney (guitarra); Gordon Blair (baixo) e Brian Faloon (bateria).

Em novembro de 1977 conheceram o jornalista Gordon Ogilvie, do Daily Express, que os incentivou a escrever canções próprias e que retratassem a vida de Belfast. Jake topou e em 12 dias veio com "Suspect Device" e "Wasted Life"

As duas canções mostravam a pena firme de Jake, que misturava temas políticos com angústias pessoais, com refrões inesquecíveis e uma pegada punk forte.

Gordon acabaria se tornando o empresário do grupo: "estava procurando publicidade até que um dia Gordon veio conversar comigo. Fomos tomar uma cerveja e perguntou se tínhamos empresário. Disse que não e perguntou se poderia nos ajudar. Aceitei."

Além de Gordon, Colin McClelland comprou a causa do grupo e arranjou um estúdio para que pudessem gravaras duas músicas. Resolveram editar 350 cópias pela gravadora de Ogilvie e começaram a distribuição, sem nenhum sucesso. A sorte mudou quando uma das fitas caiu na mão do DJ John Peel.

Apaixonado pelo que ouvia, Peel começou a tocar as músicas incessantemente chamando a atenção da gravadora Rough Trade, que os contratou.

capa do compacto Alternative Ulster enquanto isso, um fanzine de Belfast pediu que escrevessem uma canção especialmente para o flexi-disc que iriam lançar. O flexi acabou não saindo, mas "Alternative Ulster" (nome do mesmo zine) acabaria sendo o grande clássico do grupo e seria o primeiro compacto lançado pela Rough Trade, em outubro de 1978....

O compacto acabou trazendo uma rivalidade de outra famosa banda norte-irlandesa, The Undertones, que acusou o Fingers de fazer sensacionalismo com os conflitos na Irlanda do Norte. Começava uma rivalidade que atravessaria décadas...

Durante o lançamento, o Fingers saiu em turnê abrindo os shows de Tom Robinson Band e em 1979 lançam o clássico LP Inflammable Material.

Recentemente[editar | editar código-fonte]

O grupo resolveu agora com o ex-baixista do The Jam, Bruce Foxton. Em 1991 lançam Flag and Emblems.

Em 1994, lançam Get A Life, e ganham destaque ao serem citados como pais da nova geração punk que começa aparecer liderados por Rancid.

A banda continua na ativa e conquistando novos fãs.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Histórico do Stiff Little Fingers

(1977)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Henry Cluney - guitarra, vocal
  • Brian Falloon - bateria
  • Gordon Blair - baixo
(1977-1979)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Henry Cluney - guitarra, vocal
  • Ali McMordie - baixo, vocal
  • Brian Falloon - bateria
(1979-1981)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Henry Cluney - guitarra, vocal
  • Ali McMordie - baixo, vocal
  • Jim Reilly - bateria
(1981-1982)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Henry Cluney - guitarra, vocal
  • Ali McMordie - baixo, vocal
  • Dolphin Taylor - bateria, vocal
(1982-1987)   A banda se dividiu.
(1987-1991)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Henry Cluney - guitarra, vocal
  • Ali McMordie - baixo, vocal
  • Dolphin Taylor - bateria, vocal
(1991-1993)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Henry Cluney - guitarra, vocal
  • Bruce Foxton - baixo, vocal
  • Dolphin Taylor - bateria, vocal
(1993-1996)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Bruce Foxton - baixo, vocal
  • Dolphin Taylor - bateria, vocal
  • Dave Sharp - guitarra (ao vivo apenas, não era um membro oficial da banda)
  • Ian McCallum - guitarra (ao vivo apenas, não era um membro oficial da banda)
(1996-1998)
  • Jake Burns - vocals, guitarra
  • Bruce Foxton - baixo, vocal
  • Steve Grantley - bateria, vocal
  • Dave Sharp - guitarra (ao vivo apenas, não era um membro oficial da banda)
  • Ian McCallum - guitarra (ao vivo apenas, não era um membro oficial da banda)
(1998-2006)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Ian McCallum - guitarra, vocal
  • Bruce Foxton - baixo, vocal
  • Steve Grantley - bateria, vocal
(2006-presente)
  • Jake Burns - vocal, guitarra
  • Ian McCallum - guitarra, vocal
  • Ali McMordie - baixo, vocal
  • Steve Grantley - bateria, vocal
Crystal Clear app kguitar.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.