Teatro Camões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Teatro Camões

O Teatro Camões é um espaço cultural de Lisboa, Portugal, localizado no Parque das Nações, junto ao Oceanário.

História e Enquadramento[editar | editar código-fonte]

O Teatro Camões foi construído nos anos de 1997-1998, englobado no projecto Expo 98 .

Integrou a EXPO'98, hoje "Parque das Nações", e confronta-se com dois edifícios de forte volumetria: o Pavilhão do Conhecimento e o Oceanário de Lisboa.

A sua composição figurativa é simples e dá continuidade aos materiais do Espaço Público, o que é visível no arranjo exterior junto ao passeio ribeirinho.

Da autoria do Gabinete de Arquitectura Risco, sob a direcção do Arquitecto Manuel Salgado, este edifício tem uma presença forte e simbólica nesta zona da cidade dedicada ao lazer e à fruição dos espaços livres.

Debruçado sobre o Tejo, o Teatro desfruta de uma vista magnífica ao longo do Passeio do Neptuno e da frescura do Jardim da Água, que lhe fica ao lado.

1999[editar | editar código-fonte]

Após a Expo’98, foi realizado o projecto de ampliação do edifício do Teatro, por forma a dotá-lo de condições para a instalação da sede da Orquestra Sinfónica Portuguesa.

O Teatro Luís de Camões, inicialmente integrado no Instituto Português das Artes e Espectáculo ( IPAE) enquanto unidade de extensão artística, foi, nos termos e para os efeitos do disposto no Decreto – Lei nº 354/99, de 3 de Setembro, integrado no Teatro Nacional de São Carlos enquanto unidade de extensão artística para utilização da Orquestra Sinfónica Portuguesa.

O Decreto - Lei nº 88/98, de 2 de Abril, define as unidades de extensão artística como “unidades de produção cultural de carácter artístico e técnico onde se produzem, realizam ou acolhem espectáculos de teatro, música e dança e se programam actividades complementares no domínio artístico e cultural”.

2002[editar | editar código-fonte]

Em 2002 a Companhia Nacional de Bailado assume a programação e gestão do Teatro.

Por Despacho nº 7721/2002, de 13 de Março de 2002, o então Ministro da Cultura, Sr. Dr. Augusto Santos Silva, realizou a transição das responsabilidades jurídicas e financeiras referentes ao Teatro Luís de Camões, do Teatro Nacional de São Carlos para a Companhia Nacional de Bailado, ficando esta última autorizada a assumir, a partir dessa data, a programação e gestão do Teatro Luís de Camões, considerando que a CNB não dispunha de um espaço próprio para apresentação das suas produções.

2003[editar | editar código-fonte]

Em 2003 a Companhia Nacional de Bailado integra definitivamente a gestão do Teatro

Nos termos do Decreto - Lei nº 61/2003, de 2 de Abril, o Teatro Luís de Camões foi integrado na Companhia Nacional de Bailado, tendo em vista a produção e a apresentação dos espectáculos da sua programação, em virtude desta não dispor de um espaço próprio para o efeito, o que vinha a prejudicar a adequada prossecução das suas atribuições pela dependência de espaços de outras estruturas culturais.

A partir desta data compete-lhe realizar a sua gestão, promovendo a sua utilização, a título oneroso ou gratuito, por outras entidades, publicas ou privadas, nos períodos em que não o esteja a utilizar.

Espaços[editar | editar código-fonte]

A entrada faz-se por um átrio com um grande envidraçado para o Mar da Palha, em que o espaço exterior e o interior se ligam intimamente e que se articula em dois níveis com duas amplas zonas de pé direito duplo.

Possui três foyers , com 304 metros quadrados no rés-do-chão e 233 metros quadrados no 1º andar , com 2 bares de apoio.

O Auditório tem actualmente uma capacidade para 873 lugares.

Ver Visita Virtual no sitio oficial da CNB.

Características Técnicas[editar | editar código-fonte]

O Teatro Camões possui um tecto técnico sobre toda a plateia, o que permite projectos criativos de utilização deste espaço.

O tecto técnico da sala (sobre a plateia) possui 19 metros de largura e 24 metros de profundidade.

A caixa de palco possui 26 metros de largura, 19 metros de profundidade e 22,7 metros de altura (do palco à teia).

O Fosso de Orquestra possui 16 metros de largura e 5,5 metros de profundidade. Possui uma concha acústica no palco para Orquestra.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]