Augusto Santos Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Augusto Santos Silva
AugustoSantosSilva.jpg
Augusto Santos Silva
Ministro(a) de Flag of Portugal.svg Portugal
Período de governo XIV Governo

Ministro da Educação e Ministro da Cultura
XVII Governo
Ministro dos Assuntos Parlamentares
XVIII Governo
Ministro da Defesa Nacional

Vida
Nascimento 20 de Agosto de 1956 (58 anos)
Miragaia, Porto
Dados pessoais
Partido Partido Socialista
Profissão Professor universitário e político

Augusto Ernesto Santos Silva (Porto, 20 de agosto de 1956) é um professor universitário, sociólogo e político português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciou-se em História, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, em 1978, e doutorou-se em Sociologia, pelo ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, em 1992. É professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, onde ingressou em 1981. Foi presidente do Conselho Científico da mesma Faculdade e pró-reitor da Universidade do Porto, entre 1998 e 1999.

Despertou para a política ainda estudante, integrando grupos de inspiração trotskista. Aquando do 25 de Abril era militante da União Operária Revolucionária, formação que se viria a integrar na Liga Comunista Internacionalista. Em 1976 apoiou a candidatura de Otelo Saraiva de Carvalho a Presidente da República, em 1980 esteve com Ramalho Eanes, em 1985 com Maria de Lurdes Pintasilgo, na primeira volta, e Mário Soares, na segunda.

Aderiu ao Partido Socialista em 1990. Foi eleito deputado à Assembleia da República em 1995, embora chamado para o governo, tendo sido nomeado Secretário de Estado da Administração Educativa (1999-2000), depois Ministro da Educação (2000-2001) e da Cultura (2001-2002), nos governos de António Guterres. Posteriormente assumiu os cargos de Ministro dos Assuntos Parlamentares (2005-2009) e da Defesa Nacional (2009-2011), com José Sócrates.

Integrou o Conselho Nacional de Educação (1996-1999), a Comissão do Livro Branco da Segurança Social (1996-1998), representou Portugal no Projecto de Educação para a Cidadania Democrática do Conselho da Europa (1997-1999) e foi membro do Conselho Directivo da Fundação José Fontana (2002-2005).

Tem vários livros publicados, sendo os mais recentes Os valores da esquerda democrática: vinte teses oferecidas ao escrutínio público (2010) e A sociologia e o debate público: estudos sobre a relação entre conhecer e agir (2006). Teve colaboração regular na imprensa, nomeadamente na Página Cultural do Jornal de Notícias (1978-1986) e com um artigo de opinião semanal no Público (1992-1999 e 2002-2005), e é comentador regular no programa Política Mesmo na TVI 24.

A 1 de Abril de 2002 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito de Itália.[1]

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

Referências

Precedido por
Guilherme d'Oliveira Martins
Ministro da Educação
XIV Governo Constitucional de Portugal
Sucedido por
Júlio Pedrosa
Precedido por
José Sasportes
Ministro da Cultura
XIV Governo Constitucional de Portugal
Sucedido por
Pedro Roseta
Precedido por
Henrique Chaves
Ministro dos Assuntos Parlamentares
XVII Governo Constitucional de Portugal
Sucedido por
Jorge Lacão
Precedido por
Nuno Severiano Teixeira
Ministro da Defesa Nacional
XVIII Governo Constitucional de Portugal
Sucedido por
José Pedro Aguiar-Branco
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.