António Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
António Costa
António Costa
Período de governo XIII Governo Constitucional
  • Ministro dos Assuntos Parlamentares

XIV Governo Constitucional

  • Ministro da Justiça

XVII Governo Constitucional

  • Ministro de Estado
  • Ministro da Administração Interna

Câmara Municipal de Lisboa

  • Presidente da Câmara Municipal de Lisboa
Vida
Nascimento 17 de julho de 1961 (53 anos)
Lisboa
Dados pessoais
Partido Partido Socialista
Religião Catolicismo romano
Profissão Jurista

António Luís Santos da Costa GCIH (Lisboa, 17 de julho de 1961) é um jurista e político português. É Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, desde 2007, tendo concorrido, pelo PS, às eleições autárquicas de 2009 e 2013. É também o atual secretário-geral do Partido Socialista, desde novembro de 2014.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De origem Goesa católica, é filho do escritor Orlando da Costa e de sua primeira mulher a jornalista Maria Antónia Palla, e meio-irmão do jornalista Ricardo Costa, filho de Inácia Martins Ramalho de Paiva. É primo em segundo grau de Sérgio Vieira[1] e José Castelo Branco.

É licenciado em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, onde foi dirigente da Associação Académica (1982-1984) e director da Revista da AAFDL (1986-1987). É pós-graduado em Estudos Europeus, pelo Instituto Europeu da Universidade Católica Portuguesa. Foi advogado em Lisboa, a partir de 1988, actividade que interrompeu para exercer funções políticas.

Casou em Lisboa, na 6.ª Conservatória do Registo Civil, a 31 de julho de 1987 com Fernanda Maria Gonçalves Tadeu, de quem tem um filho e uma filha, Pedro Miguel Tadeu Costa (24 de Julho de 1990), antigo aluno do Colégio Moderno e estudante de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (desde 2009, encontra-se em 2014 ainda a concluir o curso), alma mater de seu pai, e Catarina Tadeu Costa (16 de Maio de 1993), que também chegou a frequentar a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, mas abandonou, tendo ingressado no IADE.

Militante da Juventude e do Partido Socialista, foi deputado na Assembleia Municipal de Lisboa, entre 1982 e 1993. Entre 1991 e 1995 foi também deputado à Assembleia da República. Em 1993 candidatou-se a presidente da Câmara Municipal de Loures, sendo eleito vereador. Foi membro do Secretariado Nacional do PS entre 1987 e 1990 e voltou a integrar o Secretariado Nacional do PS desde 1994. Integrou o XIII Governo como secretário de Estado (1995-1997) e ministro (1997-1999) dos Assuntos Parlamentares, sendo-lhe atribuída a pasta da Justiça no XIV Governo (1999-2002). Para além disso foi também o membro do governo responsável pela Expo'98, em 1997/99, presidiu ao Grupo Parlamentar do PS, de 2002 a 2004, e foi deputado e vice-presidente no Parlamento Europeu, entre 2004 e 2005. Era ministro de Estado e da Administração Interna (2005-2007), quando abandonou o mandato para se candidatar às eleições autárquicas intercalares da Câmara Municipal de Lisboa, tornando-se assim o 66º Presidente. Saiu vencedor com 29,54% dos votos e conseguiu a reeleição em 2009, com 40,22% dos votos. Em 2013, foi reeleito, com 50,91% dos votos, para o seu último mandato à frente da autarquia.

A 1 de março de 2006 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.[2]

Em 2014, após as eleições europeias, anunciou que iria disputar a liderança do PS a António José Seguro, que marcou eleições primárias para 28 de setembro. Viria a sair vencedor nestas eleições com 67,88% dos votos contra 31,65% de Seguro, que se demitiu do cargo de secretário-geral do PS nesse mesmo dia, e passou a ser o candidato do partido ao cargo de Primeiro-Ministro nas eleições legislativas de 2015. Na sequência da demissão de Seguro, realizaram-se eleições diretas para o cargo de secretário-geral do PS a 21 e 22 de novembro, às quais António Costa foi candidato sem oposição, tendo sido eleito com cerca de 22 mil votos (96% do total).[3]

António Costa participou no programa de debate político da SIC Notícias, Quadratura do Círculo, entre 2008 e 2014.

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

  • Ministro de Estado e da Administração Interna do XVII Governo Constitucional de 12 de Março de 2005 a 17 de Maio de 2007
  • Ministro da Justiça do XIV Governo Constitucional de 25 de Outubro de 1999 a 6 de Abril de 2002
  • Ministro dos Assuntos Parlamentares do XIII Governo Constitucional de 25 de Novembro de 1997 a 25 de Outubro de 1999
  • Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares do XIII Governo Constitucional de 30 de Outubro de 1995 a 25 de Novembro de 1997

Condecorações[4] [5] [editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Das castas altas da Índia Diário de Notícias (Portugal) Dn.pt.
  2. Ordens Honoríficas Portuguesas Presidência da República Portuguesa Ordens.presidencia.pt.
  3. Jornal de Negócios (23 de novembro de 2014). António Costa eleito secretário-geral do PS com 96% dos votos.
  4. Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas Presidência da República Portuguesa. Visitado em 2014-10-18. "Resultado da busca de "António Luís Santos da Costa"."
  5. Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Estrangeiras Presidência da República Portuguesa. Visitado em 2014-10-18. "Resultado da busca de "António Luís Santos da Costa"."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons


Precedido por
Manuel Dias Loureiro
Ministro dos Assuntos Parlamentares
XIII Governo Constitucional
1997 – 1999
Sucedido por
Luís Marques Mendes
Precedido por
José Vera Jardim
Ministro da Justiça[1]
XIV Governo Constitucional
1999 – 2002
Sucedido por
Celeste Cardona
Precedido por
Daniel Sanches
Ministro da Administração Interna
XVII Governo Constitucional
2005 – 2007
Sucedido por
Rui Pereira
Precedido por
Marina Ferreira

(Presidente da Comissão Administrativa)

Presidente da Câmara Municipal de Lisboa
2007 – presente
Sucedido por
Incumbente
Precedido por
António José Seguro
Secretário-geral do Partido Socialista
2014 – presente
Sucedido por
Incumbente



  1. Ministros da Justiça (em português) Governo de Portugal / Ministério da Justiça. Visitado em 5 de Dezembro de 2013.