CDU - Coligação Democrática Unitária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CDU - Coligação Democrática Unitária
Fundação 30 de setembro de 1987
Sede  Portugal
Ideologia Comunismo, socialismo, trabalhismo, agrarianismo, ecossocialismo
Afiliação nacional Partido Comunista Português
Partido Ecologista "Os Verdes"
Associação de Intervenção Democrática

A CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV) é uma coligação de esquerda, formada pelo Partido Comunista Português (PCP) e pelo Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV)[1] , incluindo normalmente nas suas listas membros da Associação de Intervenção Democrática (ID).[2]

O seu símbolo consiste em dois quadrados: Quadrado esquerdo - Foice e martelo em cor vermelha; estrela de cinco pontas em cor branca delimitada a vermelho; fundo branco. Quadrado direito - Girassol com pétalas amarelas e coroa de cor castanha; fundo branco.[1]

A CDU formou-se em 1987, com o nome de "Coligação Democrática Unitária" e a sigla (CDU), herdeira da Aliança Povo Unido (APU) que foi extinta devido a divergências entre os partidos que a formavam.

Concorreu a várias eleições entre 1987 e 1989 com a sigla (CDU), alterando-a então para (PCP-PEV).

Em 2009, alterou a sua designação para "CDU - Coligação Democrática Unitária" mantendo no entanto a sigla (PCP-PEV).[1]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

A CDU concorreu a todas as eleições legislativas desde 1987, obtendo os seguintes resultados:

1987: 15,49% (31 deputados em 250)

1991: 8,80% (17 deputados em 230)

1995: 8,57% (15 deputados em 230)

1999: 8,99% (17 deputados em 230)

2002: 6,94% (12 deputados em 230)

2005: 7,54% (14 deputados em 230)

2009: 7,88% (15 deputados em 230)

2011: 7,91% (16 deputados em 230)

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

2009: Subir em número de votantes e percentagem e manter o mesmo número de deputados (2: Ilda Figueiredo e João Ferreira) acaba por ser positivo. A CDU passou a quinta força política ao ser ultrapassada pelo Bloco de Esquerda.

Eleições autárquicas[editar | editar código-fonte]

A CDU possui também influência a nível do poder local, liderando a maioria das autarquias nos distritos de Beja e Setúbal, mas tendo presidências de câmara noutros distritos, como Évora, Portalegre, Lisboa, Santarém e Leiria.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Acórdão N.º 255/09 Tribunal Constitucional (20 de Maio de2009). Página visitada em 11 de Outubro de 2009.
  2. PCP: Jerónimo de Sousa admite "convergência" com Bloco de Esquerda Expresso (3 de outubro de 2008). Página visitada em 1 de março de 2011.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.