Doutoramento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Evolução acadêmica
Educação pré-escolar

__________________________________

Ensino básico
Ensino secundário

__________________________________

Ensino superior

__________________________________

Pós-graduação

__________________________________

Pós-doutorado

__________________________________

Doutoramento (português europeu) ou doutorado (português brasileiro) é um grau académico (de doutor) concedido por uma instituição de ensino superior universitário, que pode ser uma universidade, um centro universitário, uma faculdade isolada. Com o propósito de certificar a capacidade do candidato para desenvolver investigação num determinado campo da ciência (no seu conceito mais abrangente).

Neste grau académico espera-se que o aluno adquira capacidade de trabalho independente e criativo. Essa capacidade deve ser demonstrada pela criação de novo conhecimento e será validada por publicações em bons veículos científicos ou pela obtenção de patentes. É essencial para a seleção ao doutoramento a demonstração de qualidades e experiência em pesquisa. Um bom currículo acadêmico na graduação é condição indispensável.

No Brasil, somente têm validade nacional os doutoramentos obtidos em cursos recomendados pela Capes. Títulos obtidos no exterior precisam ser reconhecidos por programas recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), conforme o art. 48 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Doutoramento direto[editar | editar código-fonte]

O doutoramento direto é o termo utilizado em algumas universidades como referência ao programa de doutoramento aos que não possuem título de mestre. Embora as regras de ingresso variem de instituição para instituição (algumas, inclusive, não oferecem esta opção), a modalidade geralmente é reservada para alunos que demonstraram notável desempenho académico durante o curso da graduação.

O título obtido por um programa de doutoramento direto não difere do título obtido por um programa de doutoramento convencional (com título de mestre). A diferença reside no fato de o aluno de doutoramento direto possuir apenas o título de doutor, e não o de mestre, ou seja, ele possui ao menos um título a menos.

Doutoramento livre[editar | editar código-fonte]

O doutoramento livre é o termo utilizado em alguns centros estudantis (em sua maioria religiosos e/ou filosóficos) como referência a um programa de doutoramento não submetido à avaliações de órgãos de ensino oficiais (como a brasileira CAPES, do MEC). Tal titulação - na maioria das vezes - é reconhecida exclusivamente em âmbito de organizações religiosas, assim como é o caso das internacionais (no Brasil) FTML (Faculdade de Teologia Metodista Livre) da METODISTA LIVRE[1] [2] , e do CPAJ (Centro Presbiteriano Andrew Jumper) do MACKENZIE[3] . Essa categoria de doutorado (não menos exigente que as outras) às vezes pode ser denominada também como profissional ou lato sensu , como o citado em algumas biografias[4] , e - mesmo tida como de validade intra-corpus - pode vir a ter mais reconhecimento fora do país que as oferece; isso porque instituições internacionais congêneres emitem diplomas em parceria com aquela em que o aluno defendeu sua tese. Como exemplo disso, e também de fiscalização sobre tais cursos, pode ser citado o caso da internacional Assemblies of God (Assembleia de Deus; com um órgão educacional no Brasil, denominado CEC (Conselho de Educação e Cultura, da convenção CGADB Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, que credencia e fiscaliza cursos, em sua maioria filosófico-religiosos, mantendo também certas atividades em parceira com o MEC[5] ); ou ainda pode ser citado o presbiteriano Reformed Theological Seminary, que concede um título ministerial avançado de natureza livre para o Brasil, mas com validade de ensino oficial reconhecida pela protestante Association of Theological Schools (o que equivale a um doutorado profissional reconhecido internacionalmente)[6] .

Ou seja, nesses casos, o título obtido por um programa de doutoramento livre não diferiria (no sentido de honra, ou status) do título obtido por um programa de doutoramento convencional (ou recebido como Honoris causa). A diferença residiria no fato (em, sua maioria) de o profissional com um doutoramento convencional possuir um título que é aceito sem embargos em instituições de seu país (por exemplo, para ministrar aulas ou agregar uma complementação salarial), e o outro profissional - com título livre - seria apenas doutor para seu enriquecimento profissional/pessoal/curricular. E escritores, como o brasileiro (reconhecido internacionalmente) Dr. Augusto Cury, e outros[7] [8] , que mesmo como teses de doutorado livre conseguem a devida consagração pelo mérito de suas obras[9] [10] , não excluindo com isso a possibilidade de - a posteriori - algum doutor dessa plataforma/modalidade livre, independentemente de vínculos internacionais, também vir a ser validado no âmbito de algum programa de ensino credenciado convencionalmente[11] , como em um caso dos anos 1990, da entitulada "O Valor da brevidade para a relevância da pregação: ensaio a partir de uma análise crítica no trabalho homilético de David Mein (STBNB[12] , 1993)"[13] , que recebeu também o título por Notório saber (Doutorado em Teologia, da Escola Superior de Teologia/EST, 2013)[14] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1940-1949/decreto-27415-9-novembro-1949-322420-publicacaooriginal-1-pe.html
  2. http://www.sinprosp.org.br/relacao_escolas.asp?nivel=5&zona=sul&escola=62.386.891/0001-13
  3. http://www.mackenzie.com.br/doutorado_ministerio0.html
  4. http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/fora-de-pauta-936?page=1
  5. http://mse.mec.gov.br/index.php/noticias/633-mobilizacao-social-pela-educacao-e-destaque-em-conferencia-da-cgadb
  6. http://www.mackenzie.br/fileadmin/Mantenedora/CPAJ/cat13.pdf
  7. http://mundocristao.com.br/autordet.asp?cod_autor=225
  8. http://mundocristao.com.br/produtosdet.asp?cod_produto=10807&cod_categoria=166
  9. http://books.google.com.br/books?id=VehJDm4fntQC&pg=PT67&lpg=PT67&dq=%22O+Valor+da+brevidade+para+a+relev%C3%A2ncia+da+prega%C3%A7%C3%A3o:+ensaio+a+partir+de+uma+an%C3%A1lise+cr%C3%ADtica+no+trabalho+homil%C3%A9tico+de+David+Mein%22&source=bl&ots=rx78YIIW3r&sig=D5shRY3x8RmFQJjxLmYQAXHBXNc&hl=en&sa=X&ei=lex4VNmPIcKmgwSr2YGYDA&ved=0CCcQ6AEwAQ#v=onepage&q=%22O%20Valor%20da%20brevidade%20para%20a%20relev%C3%A2ncia%20da%20prega%C3%A7%C3%A3o%3A%20ensaio%20a%20partir%20de%20uma%20an%C3%A1lise%20cr%C3%ADtica%20no%20trabalho%20homil%C3%A9tico%20de%20David%20Mein%22&f=false
  10. http://books.google.com.br/books?id=VehJDm4fntQC
  11. http://tede.est.edu.br/tede/tde_arquivos/1/TDE-2014-08-27T135740Z-511/Publico/castro_jm_td123.pdf
  12. http://www.stbnb.com.br/site/
  13. CASTRO, Jilton Moraes de. Tese: O pensamento de um homileta brasileiro: apresentação e autoavaliação da obra acadêmica, científica e literária de Jilton Moraes, pg. 68 (S. Leopoldo/RS, Faculdades EST, 2013)
  14. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4252153E1