Temístio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Temístio (317, Paflagónia - ca. 387 CE) foi um filósofo da antigüidade tardia que, como poucos, seguiu somente a filosofia aristotélica e assim se contrapôs aos outros filósofos de sua época que tomavam o pensamento de Aristóteles como um apêndice do pensamento de Platão, e que ficaram conhecidos como neoplatônicos.

Vida[editar | editar código-fonte]

Temístio nasceu na Paflagónia, e como filho de um filósofo tornou-se professor de filosofia, tendo ensinado a maior parte de sua vida em Constantinopla, onde viveu. Em sua breve estada em Roma, Temístio foi apontado, por Constantino II, como representante de Constantinopla no Senado em 355.

Obra[editar | editar código-fonte]

Como filósofo dedicou-se mais aos estudos da ética, mas se tornou famoso por seus comentários, que chegaram até nós, da obra de Aristóteles. Esses comentários foram feitos em forma de paráfrase. Comentou, a saber, Da Alma (De Anima), Do Céu (De Caelo), e a Física.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Martin Achard, "La paraphrase de Thémistius sur les lignes 71 a 1-11 des Seconds Analytiques", Dionysius 23, 2005, 105-116.
  • Martin Achard, "Themistius’ Paraphrase of Posterior Analytics 71a17-b8. An example of Rearrangement of an Aristotelian Text", Laval théologique et philosophique, 64.1, 2008, 15-31.
  • Edward Grant, A History of Natural Philosophy. Cambridge Press. Página 57.