Tintura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jarro contendo Nalewka (tintura alcoólica popular na Polônia) de cereja.

Em medicina, uma tintura é um extrato alcoólico de, por exemplo, uma erva ou solução de uma substância não-volátil, como iodo e mercurocromo. Soluções de substâncias voláteis são denominadas espíritos, embora tal nome seja dado também a vários outros materiais obtidos através da destilação, mesmo que não incluam álcool. Alguns exemplos, outrora comuns na medicina, incluem:

  • Tintura de iodo
  • Tintura de ópio

Exemplos de espíritos incluem:

Outra forma de alcoolatura ou formas farmacêuticas que decorrem da atuação dissolvente e extrativa do álcool etílico é o elixir, um preparado farmacêutico contendo um ingrediente ativo que é dissolvido numa solução contendo cerca de 20% de álcool no mínimo, sobre as componentes vegetais. Para alguns autores deve conter açúcar (cerca de 20%) em menor quantidade que o xarope. [1] As substancias vegetais extraídas para o elixir ou tintura podem ser apresentadas isoladamente ou combinadas como no elixir paregórico.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. DESTRUTI, Ana Beatriz C.B. Noções básicas de farmacotécnica. SP, Editora SENAC, 1999

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.