Tirso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma ménade com um tirso. Fragmento de cerâmica de figuras vermelhas.

Um tirso (em grego: thyrsos; em latim: thyrsus) era um bastão envolvido em hera e ramos de videira e encimado por uma pinha.

Nas mitologia grega (assim como na romana), era usado pelo deus Dioniso (ou Baco) e pelas seguidoras do deus, as ménades (ou bacantes). A hera e a videira eram de resto as plantas emblemáticas deste deus. Segundo os textos gregos, as ménades utilizariam os tirsos como uma espécie de arma, sendo conhecidos os cortejos frenéticos em honra a Dionísio (os tíasos) aos quais estas se entregavam.

Tem sido sugerido que o tirso teria um carácter fálico, sendo a pinha um símbolo para o sémen.