Tsarskoye Selo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Palácio Imperial de Tsarskoye Selo

Tsarskoye Selo (em russo Ца́рское Село́; "vila do tsar") é uma antiga residência da família imperial da Rússia, localizada 26 quilómetros ao sul da cidade de São Petersburgo.

Antiga residência imperial dos Romanov, recebeu o nome de Pushkin durante a época soviética. Faz parte, assim como todo o Centro Histórico de São Petersburgo e o Peterhof, do Património Mundial da UNESCO. De entre os numerosos palácios Imperiais e da nobreza existentes na vila, merecem destaque o Palácio de Alexandre e o Palácio de Catarina.

Tsarskoye Selo era uma espécie de redoma para os tsares da Russia, como foi Versailles para os reis da França, onde eram lá recebidos a realeza de toda a Europa e a nobreza russa. Existiam lá os principais palácios de uso exclusivo da família Romanov, como os já referidos Palácio de Alexandre e o Palácio de Catarina ( o terreno para a construção de tal palácio foi um presente do tsar Pedro I "o Grande" à sua mulher, a tsarina Catarina I que também construiu a Igreja da Anunciação (Blagoveschénskaya)e o "primeiro" Palácio de Catarina, uma construção de veraneio para a Familia Imperial. Somente depois de Tsarskoye Selo ganhar a importância devida é que a tsarina Catarina II mandou construir o que conhecemos hoje como Palácio de Catarina, cuja construção se funda no Rococó, diferentemente do "primeiro" Palácio de Catarina, que se fundava em um estilo um pouco mais sóbrio), onde, no primeiro destes, ficaram Nicolau II com sua esposa e filhos encarceirados nos primeiros meses da Revoluçao de Fevereiro.

Outras outras grandes construções da época Imperial são: Palácio Mariinsky, Peterhof, Castelo Mikhaylovsky, entre outros.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.