Tullia Zevi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tullia Zevi ed Elio Toaff.jpg

Tullia Zevi (2 de fevereiro de 1919 - 22 de janeiro de 2011) foi uma jornalista e escritora italiana.

Sua família fugiu da Itália para a França, e depois para o Estados Unidos da América, após a ascensão do fascismo na década de 1930. Já residente em Nova Iorque, casou-se com Bruno Zevi e juntos, voltaram para a Europa em 1946. Foi uma das poucas jornalistas mulheres a relatar os Julgamentos de Nuremberg.[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.