Ulisse Aldrovandi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ulisse Aldrovandi
Naturalismo
Nacionalidade Itália Italiano
Nascimento 11 de Setembro de 1522
Local Bolonha
Morte 10 de Novembro de 1605 (83 anos)
Local Bolonha
Atividade
Campo(s) Naturalismo
Alma mater Universidade de Pádua

Ulisse Aldrovandi ou Aldrovandus (Bolonha, 11 de Setembro de 1522 — Bolonha, 10 de Novembro de 1605) foi um naturalista italiano, fundador do Jardim botânico de Bolonha, um dos primeiros da Europa.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

De origens nobres, a sua família queria que fosse aprendiz de mercador, mas Aldrovandi encontrou a sua vocação no estudo das humanidades e do direito nas universidades de Bolonha e Pádua, e tornou-se notário. Posteriormente, os seus interesses viraram-se para a filosofia e a lógica, que combinou com o estudo da medicina. Acusado de heresia em 1549, foi levado para Roma para ser julgado. Enquanto permanecia em semi-cativeiro nessa cidade, foi-se interessando cada vez mais pela botânica, zoologia e geologia (sendo-lhe atribuída a invenção ou primeira menção escrita deste termo). Entre 1551 e 1554, organizou várias expedições para colher plantas para um herbário. Ele obteve um diploma em medicina e filosofia em 1553 e começou a ensinar lógica e filosofia na universidade de Bolonha em 1554. Em 1559 tornou-se professor de filosofia e em 1561 tornou-se o primeiro professor de ciências naturais em Bolonha (lectura philosophiae naturalis ordinaria de fossilibus, plantis et animalibus). A seu pedido e sob a sua direcção, foi criado em 1568 um jardim botânico em Bolonha. Em 1575, foi suspenso de todos os empregos públicos por um período de cinco anos, devido a uma disputa com os farmacêuticos e médicos de Bolonha, acerca da composição de um medicamento popular. Em 1577, obteve o auxílio do papa Gregório XIII (um primo da sua mãe), que escreveu às autoridades de Bolonha para o reintegrarem nos seus cargos públicos e solicitando apoio financeiro para a publicação dos seus livros. Ao longo da vida, Aldrovandi reuniu vastas colecções de botânica e zoologia, que passaram, depois da sua morte, para a posse do museu da universidade.

Principais publicações[editar | editar código-fonte]

  • Ornithologiae, hoc est de vibus historia libri XII (1599) ;
  • Ornithologiae tomus alter (1600) ;
  • De animalibus insectis libri septem, cum singulorum iconibus ad vivum expressis (1602) ;
  • Ornithologiae tomus tertius, ac postremus 1603).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Gillispie, Charles C., coord. Dictionary of Scientific Biography. New York: Charles Scribner's Sons, 1970-1990. 18 vols.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.