Universidade Moderna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Universidade Moderna de Lisboa e a Universidade Moderna do Porto foram duas universidades privadas portuguesas.

Reconhecimento oficial[editar | editar código-fonte]

A Universidade Moderna de Lisboa e a Universidade Moderna do Porto foram reconhecidas pelo Decreto-Lei n.º 313/94, de 23 de Dezembro1 , tendo como entidade instituidora a cooperativa DINENSINO, Ensino, Desenvolvimento e Cooperação, C. R. L.

Beja e Setúbal[editar | editar código-fonte]

A DINENSINO tinha igualmente sido autorizada a desenvolver actividades de ensino superior em Beja e Setúbal.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Em 2005, a Universidade Moderna do Porto foi transmitida à COFAC, cooperativa titular da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, e redenominada Universidade Lusófona do Porto2 .

Encerramento[editar | editar código-fonte]

A Universidade Moderna de Lisboa, bem como as actividades de ensino superior que a DINENSINO desenvolvia em Beja e em Setúbal, foram encerradas compulsivamente pelo Governo, através do Despacho n.º 25 846/2008, de 15 de Outubro3 , por falta de viabilidade económico-financeira.

Notas

  1. Decreto-Lei n.º 313/94, de 23 de Dezembro.
  2. Avisos n.º 2735/2005 (2.ª série), e n.º 2734/2005 (2.ª série), de 16 de Março.
  3. Despacho n.º 25 846/2008, de 15 de Outubro.