Virginia Cherrill

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Virginia Cherril
Outros nomes Virgínia Child-Villiers, Condessa de Jersey
Nascimento 12 de abril de 1908
Carthage, Illinois
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 14 de novembro de 1996 (88 anos)
Santa Bárbara, Califórnia
Ocupação Atriz
Cônjuge Irving Adler
Cary Grant (1934-1935)
George Child-Villiers, 9º Conde de Jersey (1937-1946)
Florian Martini (1948-1996)
Atividade 1931 - 1936
Outros prêmios
Calçada da Fama – Contribuição para o cinema
Vine Street
IMDb: (inglês)


Virginia Cherrill (Carthage, Illinois, 12 de abril de 1908Santa Bárbara, Califórnia, 14 de novembro de 1996) foi uma atriz norte-americana mais conhecida por seu papel como a vendedora de flores cega no filme de Charlie Chaplin “City Lights” (1931). Ao se casar com um conde inglês, em 1940, ficou conhecida, também, como Virgínia Child-Villiers, Condessa de Jersey.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Virginia Cherrill nasceu em uma fazenda em Carthage, Illinois, filha de James E. e Blanche (nascida Wilcox) Cherrill. Mudou-se para Hollywood, e encontrou Charlie Chaplin quando ele se sentou ao seu lado em uma luta de boxe. Ele a lançou em Luzes da Cidade, desempenho pelo qual até hoje é lembrada, embora sua relação de trabalho com Chaplin no filme tenha sido tensa. De acordo com informações no documentário Unknown Chaplin, foi aventada a hipótese, a partir de certo ponto do filme, de substituí-la por Georgia Hale, mas, mediante os gastos já concretizados com o filme, Cherril foi chamada de volta para as filmagens. Por sugestão de sua amiga Marion Davies, Cherrill exigiu mais dinheiro de Chaplin para voltar ao filme.

Ela apareceu em alguns filmes posteriores, incluindo o musical de George Gershwin, Delicious, em 1931, ao lado de Janet Gaynor, mas desistiu de sua carreira no cinema em 1936, após o filme Troubled Waters.

Cherrill casou quatro vezes, seu segundo marido foi o ator Cary Grant (1934-1935), e o terceiro foi George Child-Villiers, 9 ° Conde de Jersey (1937-1946). Seu casamento mais longo foi com Florian Martini, com quem viveu em Santa Bárbara, Califórnia, de 1948 até sua morte, aos 88 anos. Cherril não teve filhos.

Morte[editar | editar código-fonte]

Virginia Cherril faleceu em 1996, de AVC, e tem seu nome na Calçada da Fama, em 1545 Vine Street.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • Troubled Waters (1936) .... June Elkhardt
  • What Price Crime (1935) .... Sandra Worthington
  • Late Extra (1935) .... Janet
  • Money Mad (1934) .... Linda
  • White Heat (1934) .... Lucille Cheney
  • He Couldn't Take It (1933) .... Eleanor Rogers
  • Ladies Must Love (1933) .... Garota da sociedade
  • Charlie Chan's Greatest Case (1933) .... Barbara Winterslip
  • The Nuisance (1933) .... Miss Rutherford
  • Fast Workers (1933) .... Virginia
  • Delicious (1931) .... Diana Van Bergh
  • The Brat (1931) .... Angela
  • Girls Demand Excitement (1931) .... Joan Madison
  • City Lights (1931) .... Garota cega

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • "Unknown Chaplin" (1983) - minissérie (ela mesma)
  • Hollywood on Parade No. B-1 (1933) (ela mesma)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]