Whitespace

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Whitespace é uma linguagem de programação esotérica criada por Edwin Brady e Chris Morris na Universidade de Durham. Na linguagem se utiliza apenas caracteres em branco (tab ASCII 9, espaço ASCII 32 e nova linha ASCII 10), todos os outros caracteres são desconsiderados. É uma evidente brincadeira, sem uso prático ou comercial.

A linguagem em si é do paradigma de programação imperativa baseado em pilha. Cada comando consiste um uma série de partes, começando com o Parâmetro de modificação de instrução (IMP em inglês), listados abaixo:

  • [Espaço] - Manipulação da pilha;
  • [Tab][Espaço] - Aritimética;
  • [Tab][Tab] - Acesso ao heap;
  • [NL] - Controle de fluxo;
  • [TAB][NL] - Entrada e saída.

História[editar | editar código-fonte]

Whitepace foi criada por Edwin Brady e Chris Morris na Universidade de Durham. Em 1 de abril de 2003 (dia da mentira), foi publicado no Slashdot uma revisão dessa linguagem. Sua última versão foi lançada em 4 de maio de 2004.

Exemplo de código[editar | editar código-fonte]

O código abaixo imprime "Hello World!", note que os caracteres em branco foram coloridos, pois os caracteres são invisíveis.( Space ,  Tab )

   
   	  	   
		    	
   		  	 	
		    	 
   		 		  
		    		
   		 		  
		    
	  
   		 				
		    	 	
   	 		  
		    		 
   	     
		    			
   			 			
		  
  	   
   		 				
		    	  	
   			  	 
		    	 	 
   		 		  
		    	 		
   		  
	  
		    		  
   	    	
		    		 	
   		 	
		    			 
   	 	 
		    				
    
	
	     
linha-vazia
    	
linha-vazia
 			 
linha-vazia
	  	 
	
     	
	   
linha-vazia
  	
linha-vazia
   	 
linha-vazia
linha-vazia/EOF

Interpretadores[editar | editar código-fonte]

Existe uma implementação oficial de seu interpretador em Haskell (único que implementa a versão 0,3 da linguagem), existem implementações do intepretador em outras linguagens, inclusive em Whitespace.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]