William Carlos Williams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

William Carlos Williams (Rutherford, Nova Jersey, 17 de setembro de 18834 de março de 1963) também conhecido como WCW foi um poeta estadunidense associado aos movimentos do modernismo e do imagismo, além de médico pediatra. Filho de pai inglês e mãe porto-riquenha, era comunista e atendia gratuitamente aos desfavorecidos em seu consultório.

Poesia[editar | editar código-fonte]

Desenvolveu uma poesia altamente objetiva, carregada de imagens visuais à moda das poesias japonesa e chinesa, além de ser amplamente responsável pela simplificação da linguagem literária norte-americana, o que o aproxima do imagismo. Em seu viés modernista, utilizou um inglês coloquial em seus poemas, tendo influenciado poetas da Geração Beat, como Gary Snyder, tendo prefaciado "O Uivo" (Howl), de Allen Ginsberg e tendo sido amigo pessoal de Kenneth Rexroth, usualmente considerado como o pai daquele movimento. "The red wheelbarrow", O carrinho de mão vermelho, é seu poema mais citado, sendo usado para listar o poeta como imagista, rótulo ao qual ele rejeitou. Em maio de 1963, WCW foi postumamente homenageado com o Prêmio Pulitzer por "Pinturas de Brueghel e outros poemas" (1962).

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.