Wurlitzer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Logotipo da empresa Rudolph Wurlitzer de um órgão de tubos.
Órgão de teatro
Órgão de teatro
Órgão de banda
Órgão de banda
[[Imagem:|160px|Piano eléctrico]]
Piano eléctrico
Wurlitzer 805 piano eléctrico com Orbit III Monophonic Synthesizer (mini teclado)
Mighty Wurlitzer (Paramount Teatro, Seattle)

A Rudolph Wurlitzer Company, normalmente referida simplesmente como Wurlitzer, foi uma empresa norte-americana, ativa entre 1856 e 1985, que produzia instrumentos musicais de cordas, de sopro de madeira, órgãos de teatro, órgãos da banda, orchestrions, órgãos electrónicos e os famosos pianos eléctricos Wurlitzer), além de realejos e jukeboxes.

História[editar | editar código-fonte]

A Wurlitzer foi fundada em Cincinnati em 1856 por Franz Rudolph Wurlitzer (1831–1914). Foi dirigida successivamente por seus três filhos até 1941, quando transferiu-se para Chicago. De importadora de instrumentos musicais, tornou-se, nos anos 1880, umas empresa de comercialização de instrumentos automáticos, incluindo máquinas troca-discos e pianos operados com moedas.

Os órgãos começaram a ser produzidos em 1910. O "Mighty Wurlitzer" ("Poderoso Wurlitzer"), um famoso órgão para teatro, foi produzido até 1935. [1] Foi seguido pelos fonógrafos operados com moedas (as jukeboxes), que também fizeram grande sucesso (1934–74).

Em 1909 a companhia começou a produzir, com êxito, harpas que eram bem mais duráveis que as europeias. De 1924 até os anos 1930 eram oferecidos oito modelos dessas harpas.

Mighty Wurlitzer tipo 250
Museu de Instrumentos Musicais em Berlim

O departamento de violinos, dirigido por Rembert Wurlitzer (1904–63) a partir de 1949, funcionava independentemente e tornou-se um importante centro de comércio de instrumentos de cordas raros.

Aos órgãos elétricos (1947), seguiram-se os órgãos eletrônicos, destacando-se o tipo espineta para uso doméstico.

A Wurlitzer encerrou suas atividades em 1988, quando foi comprada pela Baldwin Piano Company, que era então a maior fabricante de pianos dos Estados Unidos, e marca Wurlitzer passou a ser utilizada para pianos. Em 2001, a Baldwin foi assumida pela Gibson Corporation, fabricante de guitarras. A produção da Baldwin foi terceirizada. O nome Wurlitzer desapareceu dos pianos no final de 2009.

Referências

  1. Wurlitzer Organs, por Frank Pugno (em inglês).
Ícone de esboço Este artigo sobre um Instrumento musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.