Ácido glicérico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Junho de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ácido glicérico
Alerta sobre risco à saúde[1]
Glyceric acid.png
Nome IUPAC 2,3-Dihydroxypropanoic acid
Outros nomes Glycerate
Identificadores
Número CAS 473-81-4
PubChem 752
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C3H6O4
Massa molar 106.08 g/mol
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Serina (ácido 2-amino-3-hidroxi-propanoico)
Isosserina (ácido 3-amino-2-hidroxi-propanoico)
Açúcares relacionados Ácido glicólico (C2)
Gliceraldeído (carboidrato)
Ácido treonico (C4)
Compostos relacionados Glicerol (propano-1,2,3-triol)
Ácido láctico (2-hidroxi-propanoico)
Ácido 3-hidroxipropanoico
Ácido hidroximalônico (2-hidroxi-propanodioico)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Ácido glicérico é um ácido de açúcar natural de três carbonos. Ele é o ácido aldônico decorrente da oxidação do gliceraldeído. Sais e ésteres do ácido glicérico são chamados de gliceratos.

Bioquímica[editar | editar código-fonte]

Vários fosfatos do ácido glicérico são importantes intermediários na glicólise, como o ácido 2-fosfoglicérico, ácido 3-fosfoglicérico, ácido 2,3-bifosfoglicérico e ácido 1,3-bifosfoglicérico.

Referências

  1. Merck Index, 11th Edition, 4378.